Recorda desde a divina matriz o real propósito a que vens AQUI e pelo qual AGORA te manifestas!

Enquanto um diz: Namastê, te saúdo e te reconheço como a sagrada divindade. Em outro lugar, o outro pulsa: In lake´sh, eu sou o outro em você a serviço planetário da compreensão, da aceitação, da cura, da libertação e da realização.

Aquele que tudo vê, nos inspira e responde: "Com visão e esperança danço e canto para o coração divino." Acredito que assim nasce o puro, verdadeiro e divino AMOR, nossa responsabilidade básica.

Aqui e agora é tudo que existe de ETERNO. Respiro e sinto o que simplesmente É e dentro dessa Eternidade, a lembrança IMORTAL: SOMOS UM na Divina Presença.

Seja uno com cada ser-elemento manifesto e a gratidão lhe conecta na fonte de amor e alegria infinita, paz e compaixão infinita, paciência e tolerância infinita.

No espelho do ser, o reflexo D´eus. A união do Todo se traduz num som... OM... AMEM... silêncio!

OM TAT SAT OM...

quinta-feira, 18 de junho de 2009

CARPE DIEM

"Se mantenho uma árvore frondosa em meu jardim,
um rouxinol, finalmente, chegará e nela pousará. "Provérbio Chinês



Colhe o dia, confia o mínimo no amanhã
Não perguntes, saber é proibido,
o fim que os deuses darão a mim ou a você, Leuconoe,
com os adivinhos da Babilônia não brinque.
É melhor apenas lidar com o que se cruza no seu caminho
Se muitos invernos Júpiter te dará ou se este é o último,
que agora bate nas rochas da praia
com as ondas do mar Tirreno:
seja sábio, beba o seu vinho e para o curto prazo
reescale as suas esperanças.
Mesmo enquanto falamos, o tempo ciumento está fugindo de nós.
Colhe o dia, confia o mínimo no amanhã.
 
"Odes" (I,, 11.8) do poeta romano Horácio (65 - 8 AC)

* * *

Carpe Diem é uma frase em latim de um poema de Horácio, e é popularmente traduzida para colha o dia ou aproveite o momento. É também utilizado como uma expressão para solicitar que se evite gastar o tempo com coisas inúteis ou como uma justificativa para o prazer imediato, sem medo do futuro.

Os defensores do Carpe Diem defendem que o "espírito" da frase pode ser entendido como aproveitar as oportunidades que a vida lhe oferece no momento em que elas se apresentam ou ainda "aproveitar a vida e não ficar apenas pensando no futuro".

A certeza da fugacidade do tempo e o apelo à fruição imediata dos prazeres, " Colha o dia". Colha o dia como se fosse um fruto maduro que amanhã estará podre. A vida não pode ser economizada para amanhã.

"Fui à Floresta
porque queria viver livre.
Queria viver profundamente,
e sugar a própria essência da vida...
expurgar tudo o que não fosse vida;
e não, ao morrer,
descobrir que não vivi".

* * *

No filme "A Sociedade dos Poetas Mortos", O personagem de Robin Williams, Professor Keating, utiliza-a assim:

"Mas se você escutar bem de perto, você pode ouvi-los sussurar o seu legado.
Vá em frente, abaixe-se. Escute, está ouvindo?
- Carpe - ouve?
- Carpe, carpe diem, colham o dia garotos, tornem extraordinárias as suas vidas."

"O importante não são as coisas,
mas o significado que damos às coisas "Epicteto, filósofo estóico

Nenhum comentário:

Postar um comentário