Recorda desde a divina matriz o real propósito a que vens AQUI e pelo qual AGORA te manifestas!

Enquanto um diz: Namastê, te saúdo e te reconheço como a sagrada divindade. Em outro lugar, o outro pulsa: In lake´sh, eu sou o outro em você a serviço planetário da compreensão, da aceitação, da cura, da libertação e da realização.

Aquele que tudo vê, nos inspira e responde: "Com visão e esperança danço e canto para o coração divino." Acredito que assim nasce o puro, verdadeiro e divino AMOR, nossa responsabilidade básica.

Aqui e agora é tudo que existe de ETERNO. Respiro e sinto o que simplesmente É e dentro dessa Eternidade, a lembrança IMORTAL: SOMOS UM na Divina Presença.

Seja uno com cada ser-elemento manifesto e a gratidão lhe conecta na fonte de amor e alegria infinita, paz e compaixão infinita, paciência e tolerância infinita.

No espelho do ser, o reflexo D´eus. A união do Todo se traduz num som... OM... AMEM... silêncio!

OM TAT SAT OM...

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Doutoras




Certo dia, uma mulher chamada Anne foi renovar a sua carteira de motorista.

Quando lhe perguntaram qual era a sua profissão, ela hesitou. Não sabia bem como se classificar.

O funcionário insistiu: O que eu pergunto é se tem um trabalho.

Claro que tenho um trabalho, exclamou Anne. Sou mãe.

Nós não consideramos isso um trabalho. Vou colocar dona de casa, disse o funcionário friamente.

Uma amiga sua, chamada Marta, soube do ocorrido e ficou pensando a respeito por algum tempo.

Num determinado dia, ela se encontrou numa situação idêntica. A pessoa que a atendeu era uma funcionária de carreira, segura, eficiente.

O formulário parecia enorme, interminável.

A primeira pergunta foi: Qual é a sua ocupação?

Marta pensou um pouco e sem saber bem como, respondeu:

Sou doutora em desenvolvimento infantil e em relações humanas.

A funcionária fez uma pausa e Marta precisou repetir pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas.

Depois de ter anotado tudo, a jovem ousou indagar:

Posso perguntar o que é que a senhora faz exatamente?

Sem qualquer traço de agitação na voz, com muita calma, Marta explicou:

Desenvolvo um programa a longo prazo, dentro e fora de casa.

Pensando na sua família, ela continuou: Sou responsável por uma equipe e já recebi quatro projetos. Trabalho em regime de dedicação exclusiva. O grau de exigência é de 14 horas por dia, às vezes até 24 horas.

À medida que ia descrevendo suas responsabilidades, Marta notou o crescente tom de respeito na voz da funcionária, que preencheu todo o formulário com os dados fornecidos.

Quando voltou para casa, Marta foi recebida por sua equipe: uma menina com 13 anos, outra com 7 e outra com 3.

Subindo ao andar de cima da casa, ela pôde ouvir o seu mais novo projeto, um bebê de seis meses, testando uma nova tonalidade de voz.

Feliz, Marta tomou o bebê nos braços e pensou na glória da maternidade, com suas multiplicadas responsabilidades. E horas intermináveis de dedicação.

Mãe, onde está meu sapato? Mãe, me ajuda a fazer a lição? Mãe, o bebê não para de chorar. Mãe, você me busca na escola?

Mãe, você vai assistir a minha dança? Mãe, você compra? Mãe...

Sentada na cama, Marta pensou: Se ela era doutora em desenvolvimento infantil e em relações humanas, o que seriam as avós?

E logo descobriu um título para elas: :Doutoras-sênior em desenvolvimento infantil e em relações humanas.

As bisavós, Doutoras executivas sênior.
As tias, doutoras-assistentes.

E todas as mulheres, mães, esposas, amigas e companheiras: Doutoras na arte de fazer a vida melhor.

* * *

No mundo em que os títulos são importantes, em que se exige sempre maior especialização, na área profissional, torne-se especialista na arte de amar.

Como excelente mestra, ensine aos seus filhos, através do seu exemplo, a insuperável arte de expressar sentimentos.

Ensine a difícil arte de interpretação de choro de bebê e de secar lágrimas de adolescente.

Exemplifique a renúncia, a paciência e a diplomacia. E colha, vitoriosa, ao final de cada dia, os louros do seu esforço nos abraços dos seus filhos e na espontaneidade de suas manifestações de afeto.

* * *
Redação do Momento Espírita, com base em texto de autoria ignorada.
Em 28.05.2009

terça-feira, 12 de maio de 2009

Guru

"Um Mestre é como o sol radiante
que faz o lótus do coração florescer.
Não se trata de uma questão de força...
Sua presença infinitamente amorosa
e compassiva tem o poder de derreter a pedra do ego. "Amma


Deus não lhe fala diretamente. Ele Se manifesta a você através do canal de um guru e de seus ensinamentos. Discípulos são aqueles que permitem a si mesmos ser completamente disciplinados por este canal.

De Swami Sri Yukteswar ao seu discípulo Paramahansa Yogananda: "Serei seu amigo agora e por toda a Eternidade, quer esteja você no mais baixo plano mental ou no mais alto plano da sabedoria. Serei seu amigo mesmo se você errar, pois é ai que precisará da minha amizade mais do que em qualquer outra ocasião."

É dever do guru e do discípulo serem leais um ao outro, não somente numa vida, mas em quantas vidas se fizerem necessárias, até o discípulo alcançar Deus. Aqueles que são cem por cento leais ao guru, podem estar certos da libertação e ascensão finais.

Pode-se ter muitos professores, mas apenas um guru, que permanecerá como nosso guru mesmo em vidas futuras, até que o discípulo alcance a meta final da emancipação em Deus. Você deve sempre lembrar-se disso, uma vez que este relacionamento foi estabelecido.

Meu guru me mostrou como usar o cinzel da sabedoria para fazer de mim um templo digno de receber a Presença de Deus. Cada homem pode fazer o mesmo, seguindo os preceitos de mestres divinamente iluminados.

Os Mestres, os Bons Pastores deste mundo, descem de seus altos planos espirituais e dedicam suas vidas à busca de discípulos que estão perdidos nas trevas. Eles os encontram em lugares desolados e perigosos, despertam-nos, erguem-nos em seus ombros divinos e os conduzem com alegria para um lugar seguro no aprisco divino.

Eles os nutrem com alimento celestial e lhes dão para beber a água vivificante de tal forma que, se o homem comer desse alimento e beber dessa água, viverá para sempre. Eles lhes dão a força para se tornarem filhos de Deus. Eles dão suas próprias vidas, até o último grama de carne, até a última gota de sangue, para a redenção das ovelhas que atendem o seu chamado.

"Encontra-se o verdadeiro céu unindo-se a pequena vida com a Vida em tudo, estendendo-se a todos solidariedade e compreensão, unindo-se a consciência humana à Consciência Cósmica e fundindo-se as alegrias humanas nas alegrias puras de todos os corações e na Alegria de toda a criação."

Paramahamsa Yogananda


domingo, 10 de maio de 2009

Gratidão e Perdão


É um fato que, somente quando se remove a armadura, é que se pode agradecer. São tantas vidas que a entidade humana passa presa dentro de uma armadura que ela acaba se acostumando, a ponto de acreditar que é a armadura. Esta é a auto-imagem idealizada que foi criada ao longo do tempo e que você acredita ser sua identidade.

O que sustenta esta falsa identidade são os sentimentos negados que você evita contatar. Você começa a tirar a armadura quando a vida lhe mostra que tem alguma coisa errada. As repetições negativas e destrutivas te levam a concluir que você precisa fazer alguma coisa por você mesmo. É assim que muitos se colocam no caminho do auto-conhecimento.

A armadura só cai quando você pode atravessar a prova iniciática de ficar com você mesmo, e se ver no espelho. Então, abrem-se as fendas, e lágrimas de arrependimento começam a cair. Raios de amor começam a iluminar sua vida. Este é o início da transformação.

Um milagre começa a acontecer. O milagre da mudança da sua visão que estava focada na falta - gerando lamúria, revolta e sofrimento – para, então, focar naquilo que você tem em abundância: os presentes que Deus lhe deu. Só então, você pode agradecer.

O que proporciona esta mudança de eixo do sofrimento para a alegria é a gratidão, mas a gratidão precisa ser verdadeira. A gratidão é talvez a primeira virtude da alma. Quando a alma começa a se revelar você sente gratidão pela vida, pelo sol, pela lua, pelas estrelas, pela floresta, pelo mar, pela terra.

Gratidão por todos os seres. Até que você chega ao ponto de agradecer pelo momento sagrado do seu nascimento. Até que você possa agradecer, sinceramente, a sua mãe e ao seu pai, os canais que lhe trouxeram ao mundo, e reconhecer a divindade destes seres.

Reconhecer que você é filho do mistério do amor. Somente quando você chega neste ponto de poder agradecer ao sagrado espírito é que poderá deixar sua personalidade. Você só está pronto para esquecer que nasceu, quando pode honrar seu nascimento.

Ao honrar seu nascimento e seus pais, você também honra sua constelação familiar. Enquanto houver algum ponto de ódio em relação a qualquer ente da sua constelação familiar, você estará preso a Terra e ainda não poderá se libertar da sua personalidade porque ela ainda está te ensinando sobre o mistério do amor. Este aprendizado só se realiza quando você pode agradecer.

E a gratidão só brota quando você pode perdoar. E perdão só surge quando você pode compreender o porquê das mazelas que teve que se passar. Quando compreende que foram chances de cura e crescimento ao invés de achar que foram eventos contra você. Enquanto você ainda estiver achando que a vida está contra você, sua visão estará focada na falta.

Assim você não pode agradecer e conseqüentemente não pode respeitar e muito menos e nem mesmo amar. Seu coração estará fechado e o resultado disso é o sofrimento.Por isso rezamos por compreensão: “Que eu possa ser banhado pela luz do conhecimento”.

É só assim que você terá acesso à devoção. É importante que você prossiga no seu processo de auto-conhecimento até que se sinta um filho abençoado do mistério do amor. Assim a gratidão brotará automaticamente. Você estará pronto para esquecer seu nome e sua história, e poderá reconhecer-se como um ser divino.

Compreenda a profundidade destas palavras. Se você não se reconhece como um ser divino, significa que ainda existe ingratidão e, portanto ainda existe algum ponto de ódio no seu sistema que acaba criando todo o tipo de repetição negativa. Estas repetições estão dizendo que você ainda está preso ao passado. Preso por um laço de ódio porque você ainda não compreendeu o mistério do seu nascimento e ainda guarda ressentimento e mágoa por causa das experiências difíceis que passou.

Com estas poucas palavras eu lhe dei um mapa. Onde você facilmente se localizar dentro da jornada. Eu posso ser ainda mais sintético: se você não pode se reconhecer como um ser divino, procure olhar nos olhos da sua mãe e do seu pai (não importa onde eles estejam; no corpo ou não, olhe dentro de você) e veja se pode sinceramente dizer “muito obrigado, lhe sou eternamente grato”.

E poder fazer um sincero namastê (a divindade que está em mim saúda a divindade que está em você) e um pranam ( reverência )para estes seres divinos que te trouxeram ao mundo, independentemente das mazelas de suas personalidades, não é disso que estamos falando.

Enquanto você não puder sentir a sinceridade desta gratidão significa que você está preso a este passado e a algum aspecto da sua personalidade ainda está fragmentado. Estes pontos de ódio que nascem de ressentimentos e mágoas e pela falta de entendimento, não deixam você experienciar a unidade. Assim você não pode se identificar com o eu superior.

Você fica identificado com a criança ferida que não recebeu o que queria ter recebido, não foi amada como queria. Você fica reeditando esta ferida infantil na sua idade adulta, nos seus relacionamentos que são apenas projeções destes pais negativos. Você está sempre escolhendo seus pais negativos para se relacionar, com a esperança mágica de que desta vez vai ser diferente.

“Desta vez vou ser amado, desta vez eu consigo”. Você repete todos os jogos de rejeição, de dependência e co-dependência, de controle e domínio. Tudo isso nasce por conta da sua identificação com a sua criança ferida que queria ter recebido amor exclusivo e não conseguiu.

É por isso que você tenta se concentrar no eu superior, mas cai, não consegue reter. Porque estes sentimentos ainda estão no seu corpo emocional que precisa de cura. Qual é a cura para o seu corpo emocional? A compreensão que vai gerar gratidão.

De forma sintética podemos dizer que a principal medicina para o corpo emocional é a gratidão, mas esta gratidão não pode ser forçada. Até que ela venha você vai trabalhando para se conhecer e compreender o porquê das coisas. Porque você teve que nascer nesta família, através desta mãe, através deste pai, com estes irmãos. Quando você puder compreender o mistério divino que está por trás da sua família, você se torna livre do ódio e começa a sentir gratidão.

Você começa a sentir amor e você está pronto para honrar um nome espiritual. Porque a sua personalidade é apenas um veículo para você se mover no mundo. A personalidade é uma extensão do corpo. Este corpo nasceu e um dia será devolvido para a Terra, mas o Eu não morre jamais, é eterno. Quando o corpo fica velho você simplesmente o larga e pega outro.

Para transitar da pequena para a grande família, somente através da gratidão que só brota se você eliminar do seu sistema os pontos de ódio, ressentimentos e mágoas. Só quando você pode agradecer até mesmo aquela surra que levou. Até mesmo aquele mais cruel ato de desamor.

Então, você pode honrar o principal ensinamento do senhor Jesus: “Pai, perdoa-lhes, pois eles não sabem o que estão fazendo”. O perdão foi o principal ensinamento do mestre Jesus. Este é o ABC da espiritualidade.
O que é a transformação e purificação do eu inferior senão a purificação das mágoas e os pontos de ódio que possibilitam o perdão e a gratidão? A purificação que possibilita a abertura do coração e que te faz dar ao invés de querer receber. Enquanto você está identificado com a sua criança ferida, você vai querer amor exclusivo de todos.

Você está identificado com a falta, porque faltou algo lá atrás e sua mente está fixada neste momento. Então você acha que falta tudo. “Ninguém me ama, ninguém me quer, a vida não me quer, as coisas não dão certo pra mim”. Sua mente, ligada nisso, produz sentimento de falta e atrai a falta, assim você confirma que realmente tudo falta pra você. Isso é um ciclo vicioso.

Então quando estes pontos são liberados do seu sistema e você pode agradecer e se identificar com o ser divino, você se descobre como a própria fonte de amor, a fonte de tudo. Não existe falta no mundo de Deus. Você é a fonte do amor e da prosperidade. Você é rico em todos os aspectos. Não existe falta de nada. Mas é bom compreender como você funciona. É por isso que estou aqui. Por isso o amor e a compaixão divina se transformam em palavras que funcionam como um guia, um mapa, para você poder se localizar e se direcionar.

Rezo para que este conhecimento transmitido se transforme em sabedoria na vida de cada um de vocês. O conhecimento se transforma em sabedoria quando você põe em prática. É a experiência que faz o conhecimento se transformar em sabedoria.

Prem Baba

Lealdade



Lealdade a uma prática espiritual sem sinceridade e convicção é hipocrisia. Lealdade ao espírito de uma prática, mesmo sem se apegar à forma, é sabedoria. Mas não ter lealdade nem a uma prática espiritual, nem a um princípio, nem a um mestre, é degeneração espiritual. Submeta-se a Deus e ao Seu servo, e você verá a mão dEle trabalhando através de todas as coisas.

Vocês estão nesta casa de Deus e esta é a sua casa. Vocês deveriam se orgulhar do trabalho e ser leais a ele, para que a bênção de Deus possa fluir através de vocês. Aquele que não é leal à sua própria organização e ao trabalho que Deus lhe designou, não é leal a Deus.


Embora eu seja bastante tolerante, mesmo assim vocês percebem que regularmente menciono somente a minha linha de Gurus: Babaji, Lahiri Mahasaya e Sri Yukteswar. - Paramahansa Yogananda, numa conferência.


A única forma de conquistar a salvação é ter completa lealdade a Deus. Este sonho da vida um dia será tirado de você; neste sonho, a única coisa real é o amor de Deus. Nada mais; tudo o mais são falsos sonhos. Afaste-se deles. A cada minuto eu vejo o quanto isso é necessário.



PENSAMENTO ESPECIAL PARA O MÊS DE MAIO
DIA DAS MÃES

Na Índia gostamos de falar de Deus como Mãe Divina, porque uma verdadeira mãe é mais meiga e clemente do que um pai. A mãe é uma expressão do amor incondicional de Deus.

As mães foram criadas por Deus para nos mostrar que Ele nos ama com ou sem motivo. Toda mulher é para mim uma representante da Mãe. Vejo a Mãe Cósmica em todas. O que eu acho mais admirável na mulher é o seu amor materno.

Paramahansa Yogananda, "A Eterna Busca do Homem" e "O Romance Divino"

sábado, 9 de maio de 2009

Que eu permaneça!



Que Deus permita que eu permaneça com ROMANTISMO,

mesmo sabendo que as rosas não falam...


Que eu permaneça com OTIMISMO ,

mesmo sabendo que o futuro que nos espera pode não ser tão alegre...


Que eu permaneça com VONTADE DE VIVER,

mesmo sabendo que a vida é, em muitos momentos, dolorosa...


Que eu permaneça com vontade de TER GRANDES AMIGOS,

mesmo sabendo que, com as voltas do mundo,

eles acabam indo embora de nossas vidas...


Que eu permaneça com vontade de AJUDAR AS PESSOAS,

mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver,

reconhecer e retribuir, esta ajuda...


Que eu permaneça em EQUILÍBRIO,

mesmo sabendo que inúmeras forças querem que eu caia...


Que eu permaneça com VONTADE DE AMAR,

mesmo sabendo que a pessoa que eu mais amo

pode não sentir o mesmo sentimento por mim...


Que eu permaneça com a LUZ e o BRILHO NO OLHAR,

mesmo sabendo que muitas coisas que verei no mundo

escurecerão meus olhos...


Que eu permaneça com GARRA,

mesmo sabendo que a derrota e a perda são dois adversários

extremamente perigosos...


Que eu permaneça com RAZÃO,

mesmo sabendo que as tentações da vida

são inúmeras e deliciosas...


Que eu permaneça com SENTIMENTO DE JUSTIÇA,

mesmo sabendo que o prejudicado possa ser eu...


Que eu permaneça com meu FORTE ABRAÇO,

mesmo sabendo que um dia meus braços estarão fracos...


Que eu permaneça com a BELEZA e a ALEGRIA DE VER,

mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos

e escorrerão por minha alma...


Que eu permaneça com AMOR POR MINHA FAMÍLIA ,

mesmo sabendo que ela muitas vezes me exigiria esforços incríveis

para manter a sua harmonia...


Que eu permaneça com vontade de DOAR ESTE ENORME AMOR

que existe em meu coração,

mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetido e até rejeitado...


Que eu permaneça com vontade de SER GRANDE,

mesmo sabendo que o mundo é pequeno...


E acima de tudo...


Que eu jamais me esqueça, ou melhor, que eu sempre me lembre que

Deus me ama infinitamente!


Que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um é

capaz de mudar e transformar qualquer coisa, pois...


... A VIDA É CONSTRUÍDA NOS SONHOS E CONCRETIZADA NO AMOR!



OM TAT SAT OM

Amem...

terça-feira, 5 de maio de 2009

Buddha

"Fale e aja com a mente pura,
e a felicidade o seguirá
como se sua sombra fosse imperturbável. "
Buddha


“Buda jogou o pó para cima. Ele permaneceu suspenso como uma nuvem turva por um segundo antes que a brisa o levasse embora.

- Pensem no que acabaram de ver – disse Buda.

- O pó retém sua forma por um breve momento quando o jogamos no ar, assim como o corpo retém sua forma durante sua breve vida. Quando o vento o faz desaparecer, para onde vai o pó? Ele volta para a sua fonte, a terra.

No futuro, esse mesmo pó permitirá o crescimento da grama e será engolido por uma gazela que comer a grama. O animal morre e volta ao pó (...)

O pó está vivo numa planta mas está morto sob nossos pés, numa estrada (...)

O pó contem a vida e a morte ao mesmo tempo.(...)

Vocês podem ser completos mas somente se virem a si mesmos dessa maneira.

Não existe vida santa. Não há guerra entre o bem e o mal. Não há pecado nem redenção. Nada disso importa para o seu eu verdadeiro. Mas tudo tem enorme importância para o seu eu falso, aquele que acredita num eu à parte.

Vocês tentaram levar o seu eu isolado, com toda a sua solidão, sua ansiedade e seu orgulho, até as portas da iluminação. Mas ele jamais atravessará essas portas, porque é uma ilusão”.

* * *

“Buda: A história de um iluminado.” De Deepak Chopra. Editora Sextante

sábado, 2 de maio de 2009

Força de Vontade

"Observando-se, ele (o Homem) lança,
 por assim dizer, um raio de luz
em seu funcionamento interno.
E, sob influência dessa luz,
o próprio funcionamento
começa a modificar-se. "
George Gurdjieff



O seu papel é despertar o desejo de realizar os seus mais legítimos objetivos. Então, ponha a sua vontade em ação, até que ela siga o caminho da sabedoria que lhe é indicado.

Quando guiada pelo erro, a vontade humana nos ilude, mas quando guiada pela sabedoria ela está sintonizada com a Vontade Divina. O plano que Deus nos reserva é frequentemente obscurecido pelos conflitos da vida humana, e assim perdemos a orientação interna que nos salvaria dos abismos do sofrimento.

Fortaleca a sua força de vontade, de modo que você não seja controlado pelas circunstâncias, mas sim capaz de controlá-las.

O que quer que você decida fazer, você pode fazer. Deus é o total da soma de tudo o que existe e a Sua imagem está dentro de você. Ele pode fazer qualquer coisa e você também, desde que aprenda a se identificar com a Sua natureza inexaurível.

Se você usar todos os recursos externos disponíveis, assim como suas aptidões naturais para vencer cada obstáculo em seu caminho, desenvolverá os poderes que Deus lhe deu - poderes ilimitados que fluem das forças mais recônditas do seu ser. Você possui o poder do pensamento e o poder da vontade. Utilize ao máximo essas dádivas divinas.

A mente é a criadora de Tudo. Portanto, você deve guiá-la para criar apenas o bem. Se você se apega a um certo pensamento com força de vontade dinâmica, este finalmente adquire uma forma exterior tangível. Quando você é capaz de empregar sua vontade sempre para propósitos construtivos, torna-se o controlador de seu destino.

Para criar a força de vontade dinâmica, determine-se a fazer na vida algumas das coisas que você achava que não podia fazer. Tente tarefas simples primeiro.

À medida que a sua confiança se fortalecer e a sua vontade tornar-se mais dinâmica, você poderá almejar realizações mais difíceis. Certifique-se de que escolheu bem, depois recuse a se submeter ao fracasso.

Empregue toda a sua força de vontade para dominar uma coisa de cada vez; não disperse suas energias, nem deixe algo pela metade para iniciar um novo empreendimento.

O homem, como imagem de Deus, possui dentro de si essa divina força de vontade que tudo realiza. Descobrir, através da meditação correta, como estar em harmonia com a Vontade Divina é a suprema obrigação do homem.

Você deve sempre ter a certeza, dentro da calma região do seu Eu interior, de que é correto possuir o que deseja e que está de acordo com os propósitos de Deus. Você pode então usar toda a sua força de vontade para alcançar o objetivo, mantendo, entretanto, a sua mente concentrada no pensamento em Deus: a Fonte de todo poder e realização.

Lembre-se: em sua vontade está o onipotente poder de Deus. Quando surgem inúmeras dificuldades e você se recusa a desistir, apesar de todos os obstáculos; quando a sua mente torna-se "firme", então você perceberá Deus lhe respondendo.

"A paz preenche meu corpo;
a paz preenche meu coração
e permanece em meu amor;
paz no interior, paz no exterior, em toda parte.
Deus é paz. Sou seu filho. Sou a paz.
Deus e eu somos um. "

Paramahanda Yogananda

Hábitos


"Há algo para além da consciência
e que habita em silêncio nela.

É o supremo mistério que ultrapassa o pensamento.
Detenha a consciência e o corpo sutil nesse algo
e em nenhuma outra coisa."

Maitri Upanishad, VI:19


"Projetando a mente no centro da shakti
e a shakti no centro da mente,
ao ter a mente observada pela mente,
há de concentrar-se sobre o estado supremo:
vazio por dentro e vazio por fora como um jarro no céu
e cheio por dentro e cheio por fora como um jarro no oceano."

Hathayogapradípiká


O hábito de meditar é o que produz bons frutos da transformação, experimente!!!

Para lidar consigo mesmo use a cabeça, para lidar com os outros use o coração.




Não continue a viver sempre do mesmo modo habitual. Decida-se a fazer algo para melhorar sua vida, e então aja. Mude sua consciência; isso é tudo o que é necessário.

A verdadeira liberdade consiste em executar todas as ações - alimentar-se, ler, trabalhar, e assim por diante - de acordo com o julgamento correto e escolha da vontade, e não sendo compelido pelos hábitos. Coma o que deve comer e não necessariamente o que está habituado a comer. Faça o que deve fazer e não o que os seus maus hábitos ditam.

Somente quando conseguir livrar-se dos maus hábitos é que você será um homem realmente livre. Até que você seja um verdadeiro mestre - capaz de comandar a si mesmo para fazer as coisas que devem ser feitas, mesmo sem querer fazê-las -, você não será uma alma livre. Nessa capacidade de auto-controle está a semente da liberdade eterna.

Se você for capaz de se libertar de todos os tipos de maus hábitos, e de fazer o bem porque quer fazer o bem e não meramente porque o mal traz tristeza, então você está verdadeiramente progredindo no Espírito.

Hábitos de pensamentos são ímãs mentais que atraem para você certas coisas, pessoas e condições. Enfraqueça um mau hábito, evitando tudo aquilo que o ocasionou ou que o estimulou, sem no entanto se concentrar nele, no seu fervor por evitá-lo. Então, desvie sua mente para algum bom hábito e, firmemente, cultive-o até que ele torne-se parte de você.

Seja cuidadoso com o que você escolher fazer conscientemente, pois, a menos que a sua força de vontade seja muito forte, será isto o que você terá de fazer, repetida e compulsivamente, através da força influenciadora dos hábitos da mente subconsciente.

Um mau hábito pode ser rapidamente modificado. Um hábito é o resultado da concentração da mente. Você tem pensado de uma certa forma. Para formar um novo e bom hábito, basta concentrar-se na direção oposta.

Tanto os bons quanto os maus hábitos precisam de tempo para adquirir força. Maus hábitos poderosos poderão ser destituídos pelos bons hábitos opostos se estes forem pacientemente cultivados.

Através das difíceis lições diárias, um dia você perceberá claramente que os maus hábitos nutrem a árvore dos infindáveis desejos materiais, enquanto os bons hábitos nutrem a árvore das aspirações espirituais. Você deve concentrar os seus esforços, cada vez mais, no desenvolvimento saudável da árvore espiritual, para que um dia possa colher os frutos maduros da Auto-realização.

Bons hábitos são os seus melhores amigos; preserve-lhes a força com estímulos de boas ações. Maus hábitos são seus piores inimigos; contra sua vontade, eles o obrigam a fazer coisas que o machucam mais e mais. Eles são prejudiciais à sua felicidade física, social, mental, moral e espiritual. Deixe de nutrir os maus hábitos, recusando-se a dar-lhes qualquer tipo de alimento adicional de más ações.

Por Paramahamsa Yogananda


"Quando você vir um homem bom,
tente imitá-lo.


Quando vir um homem mau,
examine a sí mesmo. "
Confúcio

Acredito na natureza e por ela todos podem guiar suas vidas nos caminhos da paz, harmonia e plena felicidade.

É preciso ter coragem para aceitar todas as nossas manifstações, pois cada ser que encontramos e os que ainda não achamos sãos qualidades que ainda nao aceitamos PLENAMENTE, daí paixão e repulsão.

Aceitar o outro é saber perdoar-se.

Compreende-los é aclarar nossa mentes.

Amá-los é a construçao que as nossas celulas mais admiram.

Vibrar na tônica do amor INDIFERENCIADO, é a unica via para a realização universal, e essa vibração é movida por cada um de nós.

Sorrir, doar-se, adequa-se, ajudar, tranquilizar são início para esse amor.

Doe amor e aumente a estimativa de vida de Deus no corpo humano. assim todos somos felizes.


Bom dia e um ano cheio de aspiraçoes desintencionadas.


Por todos nós...

Mantenha seus pensamentos positivos, porque seus pensamentos tornam-se suas palavras.

Mantenha suas palavras positivas, porque suas palavras tornam-se suas atitudes.

Mantenha suas atitudes positivas, porque suas atitudes tornam-se seus hábitos.Mantenha seus hábitos positivos, porque seus hábitos tornam-se seus valores.

Mantenha seus valores positivos, porque seus valores... Tornam-se seu destino

Mudando seus valores, mudam suas escolhas e, mudando suas escolhas, você muda o seu destino.

E melhor, quando tudo isso é feito a partir de uma tomada de consciência, você tem o seu destino em suas mãos. Como pode perceber, a partir do controle e mudança de seus pensamentos, você pode iniciar uma rica caminhada em direção à mudança efetiva de sua vida.

(Mahatma Gandhi)

sexta-feira, 1 de maio de 2009