Recorda desde a divina matriz o real propósito a que vens AQUI e pelo qual AGORA te manifestas!

Enquanto um diz: Namastê, te saúdo e te reconheço como a sagrada divindade. Em outro lugar, o outro pulsa: In lake´sh, eu sou o outro em você a serviço planetário da compreensão, da aceitação, da cura, da libertação e da realização.

Aquele que tudo vê, nos inspira e responde: "Com visão e esperança danço e canto para o coração divino." Acredito que assim nasce o puro, verdadeiro e divino AMOR, nossa responsabilidade básica.

Aqui e agora é tudo que existe de ETERNO. Respiro e sinto o que simplesmente É e dentro dessa Eternidade, a lembrança IMORTAL: SOMOS UM na Divina Presença.

Seja uno com cada ser-elemento manifesto e a gratidão lhe conecta na fonte de amor e alegria infinita, paz e compaixão infinita, paciência e tolerância infinita.

No espelho do ser, o reflexo D´eus. A união do Todo se traduz num som... OM... AMEM... silêncio!

OM TAT SAT OM...

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Yoga: caminho do AMOR por meio da PURIFICAÇÃO e MEDITAÇÃO


O Yoga é preciso e científico. Yoga significa união da alma com Deus, através de métodos gradativos, com resultados específicos e conhecidos. Ele ergue a prática da religião acima das diferenças de dogma. Meu guru, Sri Yukteswar, exaltava o Yoga; ele não indicava, contudo, que a realização divina por meio dessa prática fosse imediata. "Você deve trabalhar duro por ela", ele me disse. Eu trabalhei, e quando os resultados prometidos chegaram, eu vi que o Yoga é maravilhoso.

Praticar yoga é meio caminho andado. Mesmo que você não se sinta entusiasmado no início, se persistir na prática virá a sentir aquele enorme desejo por Deus, que é necessário se você quiser encontrá-Lo. Por que não fazer o esforço? De onde vêm as coisas belas da criação que nunca cessam de se manifestar? De onde vem a inteligência das grandes almas, senão do reservatório do Espírito Infinito?

E se todos esses milagres que você vê à sua volta não bastarem para induzi-lo a buscá-Lo, por que haveria Ele de revelar-Se a você? Deus lhe deu a capacidade de amar para que você anseie por Ele acima de tudo o mais. Não faça mal uso do seu amor e do seu raciocínio. Não desperdice a sua concentração e inteligência em falsos objetivos.

O reino da minha mente está enegrecido com a ignorância. Que eu possa, através das constantes chuvas de diligente autodisciplina, remover das minhas cidades de descaso espiritual os antigos escombros da ilusão.

Renuncie à escravidão dos desejos da matéria. Enquanto você não tiver estabelecido seu domínio espiritual sobre o corpo, este será seu inimigo. Lembre-se sempre disto! Não tenha outro desejo senão o de proclamar o nome do Senhor, pensar nEle e cantá-Lo todo o tempo. Que alegria! Poderá o dinheiro proporcionar-nos tal alegria? Não! Essa alegria vem somente de Deus.

O aspirante yogue, tanto do ocidente quanto do oriente, deve ter a mesma autodisciplina. [...] Ele deve conter-se para não dar uma atenção exagerada ao corpo. Se constatar que tem tempo para tudo, menos para Deus, deverá aplicar em si o chicote da disciplina. Por que temer? Você só tem a ganhar. Se o homem não clamar e lutar para obter sua própria salvação, alguém mais o fará por ele?

[...] Ninguém poderá forjar o aço sem que o ferro tenha ficado incandescente. Do mesmo modo, as dificuldades da vida não são feitas para nos magoar. Todo aborrecimento e doença contém uma lição para nós. Nossas experiências dolorosas não são para nos destruir, mas sim para queimar as nossas impurezas, a fim de que a nossa volta ao Lar seja abreviada. Ninguém está mais ansioso pela nossa libertação do que Deus.

Eu passei a medir o adiantamento espiritual de uma pessoa não apenas pela luz que a envolve quando medita, ou pelas visões que ela tem dos santos, mas pelo que ela é capaz de suportar na realidade fria do cotidiano. A grandeza de Cristo não residia apenas no fato de que ele podia entrar em meditação e gloriosamente perceber a sua unidade com o Pai, mas também por ele ser capaz de suportar os sofrimentos.

Ao praticar o bem, às vezes devemos sofrer. Para encontrar o Senhor, precisamos estar dispostos a sofrer. O que é suportar o desconforto da carne e a disciplina da mente para ganhar o consolo eterno do Espírito? O júbilo de Cristo em Deus era tão grande que ele não se importou em sacrificar seu corpo por Ele. O propósito da vida é alcançar essa imensa felicidade, que é encontrar Deus.

Lembre-se que, quanto mais tempo você pratica a meditação com intensidade, mais próximo você estará do jubiloso contato com o silencioso Deus. A intensidade consiste em tornar a meditação de hoje mais profunda que a de ontem, e a meditação de amanhã mais profunda que a de hoje.

Nenhum idioma humano é capaz de descrever a alegria que aguarda ser descoberta no silêncio atrás dos portais da sua mente. Mas você deve convencer a si próprio; deve meditar e criar esse ambiente.

Pela meditação, nós conectamos o pequeno gozo da alma com o grande gozo do Espírito. A meditação não deve ser confundida com a concentração comum. A concentração consiste em retirar a atenção de distrações e focalizá-la em qualquer pensamento em que se possa estar interessado. A meditação é forma especial de concentração na qual a atenção é libertada da inquietude e focalizada em Deus. A meditação é, portanto, a concentração que se emprega para conhecer Deus.

Quanto mais adoçante você puser na água, tanto mais doce ela ficará. Do mesmo modo, quanto mais você meditar com intensidade, maior será o seu progresso espiritual.

Não se lamente se você não vir luzes ou imagens na meditação. Aprofunde-se na percepção da Bem-Aventurança; lá você encontrará a real presença de Deus. Não busque só uma parte, mas o Todo.

Não importa o que possa acontecer ao seu corpo, medite. Nunca se deite à noite sem antes ter comungado com Deus. O seu corpo lhe lembrará que você trabalhou bastante e necessita de repouso, mas quanto mais você ignorar as suas solicitações e concentrar-se no Senhor, tanto mais a sua vida arderá de alegria, como um globo incandescente. Então você saberá que não é o corpo.

As coisas essenciais devem vir em primeiro lugar. Ao acordar de manhã, medite. Se não fizer assim, o mundo inteiro o absorverá e você esquecerá Deus. À noite, medite, antes que o sono o convide. Eu estou tão fortemente enraizado no hábito de meditar que, mesmo deitado, encontro-me meditando. Não posso dormir da forma usual. O hábito de estar com Deus tomou o primeiro lugar.

Por que Deus Se revelaria facilmente a você? Você, que trabalha tão arduamente por dinheiro e tão pouco pela realização divina! Os santos hindus nos dizem que, se dedicássemos um período de 24 horas em contínua e ininterrupta oração, o Senhor apareceria diante de nós ou Se revelaria a nós de algum modo. Se devotarmos pelo menos uma hora diária em profunda meditação nEle, com o tempo Ele virá a nós.

Quanto mais você medita, mais pode ajudar os outros e mais profundamente estará em sintonia com Deus. As pessoas egoístas permanecem espiritualmente estagnadas, mas as altruístas expandem sua consciência. Quando encontrar a sua onipresença na meditação, você encontrará Deus. Se Ele estiver satisfeito, toda a natureza trabalhará em harmonia com você. Aprenda a falar com Ele com toda sua alma.

Em sua busca de Deus, faça com que mesmo uma meditação curta seja tão intensa que pareça que você passou horas com Ele.

A arma mais destrutiva da ilusão de maya* é a resistência à meditação, pois esta atitude nos impede de entrar em sintonia com Deus e com o Guru.

Não diga: "Amanhã meditarei mais longamente". De repente você verá que se passou um ano e você não realizou suas boas intenções. Em vez disso, diga: "Isto pode esperar, aquilo pode esperar, mas minha busca por Deus não pode esperar".

* ** * *
*
* Maya é o véu ilusório da criação, cuja multiplicidade de formas oculta a única Verdade Sem Forma.
*
* * * * *

Paramahansa Yogananda, Lições da SRF

domingo, 9 de agosto de 2009

Foque no AMOR

"Se quiseres nadar
no âmago do oceano da verdade,
deves reduzir-te a um zero."
Mahatma Gandhi


“Estou com medo de me entregar, estou com medo de me abrir.”

Quando você é real, o medo é natural. Todo medo vem de não conhecer a si mesmo, de não saber quem você é. Normalmente, ninguém olha para isso – você vive uma vida tão protegida, que raramente necessita de coragem.

Apenas quando você adoece, quando alguém próximo a você morre, quando você sofre um acidente, ou quando você conhece um místico; apenas quando algo chacoalha você, aquelas coisas escondidas vêm à tona – e você precisa de coragem.

Então é natural ter medo de entregar-se. Mas nem mesmo pense em entrega. Primeiro esteja disponível para o amor, primeiro abra espaço para o amor. Esse é o dever de casa.

O amor está em você. Você é amor. Deus é amor. Você é Deus. Mas isso não o ajuda porque você não sabe disso, você não se deu conta.

E este é o meu desafio a você: que você comece a olhar para si mesmo, que você encontre seus medos – que você vá até o desconhecido para começar a conhecer a si mesmo – conhecer como você funciona. Você tem que encontrar consigo mesmo; a entrega vem depois.

Quando há amor, a entrega vem como uma sombra. O florescimento do amor é entrega. Se não há amor, como você pode confiar? Você ainda está na confusão. Para ir para o amor, você tem que perder o controle, e é disso que você tem medo. Controle é mente, controle é medo – soltar-se é liberdade.

Swahá

"SINTO MUITO. ME PERDOE. TE AMO. SOU GRATO"

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Ser livre...

"Exploro meus espaços,
viajo através da minha mente
e sou mensageiro da arte de amar."



A liberdade do homem é final e imediata, se ele assim o quiser; não depende de vitórias externas, mas internas.

A alma está presa ao corpo por uma corrente de desejos, tentações, problemas e preocupações, mas está sempre tentando libertar-se. Se você ficar puxando essa corrente que o prende à consciência mortal, algum dia uma invisível Mão Divina intervirá, partirá os grilhões e você estará livre.

Você nem sabe quão privilegiado é por ter nascido como um ser humano. Nisso você é mais abençoado do que qualquer outra criatura. O animal não é capaz de meditar e experimentar a comunhão com Deus. Você tem a liberdade de buscá-Lo e não a utiliza.

O caminho para a liberdade é através do serviço aos outros. O caminho para a felicidade é através da meditação e da sintonia com Deus. [...] Quebre as barreiras do seu ego; desprenda-se do egoísmo; liberte-se da consciência do corpo; esqueça-se de si mesmo; acabe com esta cadeia de encarnações; dissolva o seu coração em tudo, seja um com toda a criação.

Poder fazer de tudo o que se queira não é o verdadeiro sentido da liberdade de ação. Você deve examinar até que ponto é livre e até que ponto está sendo influenciado pelos maus hábitos. Ser bom porque isto se tornou um hábito, também não é liberdade. Ser tentado não é pecado, mas ser capaz de resistir e vencer a tentação é grandeza; isto é liberdade, pois você está agindo somente por livre vontade e livre escolha.

EU SOU O QUE SOU - Aqui e Agora!!!

Para ser livre, basta afirmar a si mesmo e SER!!!

OM TAT SAT

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Atitude Correta

"Viva unicamente no presente,
não no futuro.
Faça hoje o melhor que puder;
não espere o amanhã."
Paramahansa Yogananda



Quando disserem que você é bom, você não deve relaxar, mas tentar tornar-se ainda melhor. A sua melhoria contínua dará felicidade a você, àqueles que estão à sua volta e a Deus.

Evite uma atitude negativa perante a vida. Por que baixar o olhar para os esgotos, quando há tanto encanto ao nosso redor? Pode-se sempre achar alguma falha, mesmo nas maiores obras de arte, da música e da literatura. Mas não é bem melhor desfrutar seu encanto e esplendor?

A vida tem um lado claro e um lado escuro, pois o mundo da relatividade é composto de luz e sombras. Se você deixar que os seus pensamentos se ocupem com a maldade, você se tornará feio. Veja somente o bem em tudo, e você absorverá a qualidade da beleza.

Não se ocupe com os defeitos dos outros. Use o pó de limpeza da sabedoria para manter brilhantes e impecáveis as dependências da sua própria mente. Pelo seu exemplo, outras pessoas sentir-se-ão inspiradas a fazerem sua própria faxina.

Paramahansa Yogananda

--------------------------

Eu nada espero dos outros; logo, suas ações não podem estar em oposição aos meus desejos.

Swami Sri Yukteswar

--------------------------

Se eu fosse lhe dar o presente que eu mais gostaria de oferecer, este seria a atitude correta em relação a Deus e ao Guru, em relação à vida, ao trabalho e às demais pessoas do seu grupo. Mas os melhores presentes não podem ser comprados nem dados.

As dádivas e graças da alma têm que ser adquiridas por meio da prática diária e paciente. Seguramente, no devido tempo, todas as dádivas serão suas, pois se você não puder alcançá-las na posição em que Deus se encontra, onde então, em todo o mundo, elas seriam encontradas?

Essas três instruções, mais a meditação, constituem a regra fundamental de vida que todo discípulo precisa:o desapego, a compreensão de que Deus é o Doador, e uma serena paciência. Enquanto falharmos em qualquer destas três recomendações, ainda teremos um sério defeito espiritual a superar.

Sri Gyanamata, "God Alone: The Life and Letters of a Saint"

Prática da presença de Deus... Render-se ao Supremo!!!

"O que nós somos
é o presente de Deus a nós.

O que nos tornamos
é o nosso presente a Deus."
Eleanor Powel


Não importa quão duro seja o seu trabalho, nunca vá dormir sem dar a Deus a mais profunda atenção. Você não morrerá; mas morra por Deus, se necessário.

A maior de todas as tarefas é lembrar-se de Deus. A primeira coisa a fazer de manhã é meditar nEle e pensar em como você pode dedicar a vida ao Seu serviço, de modo que, durante todo o dia, você estará cheio de Sua alegria.

Ao meditar, mergulhe sua mente em Deus. E quando estiver trabalhando, coloque aí todo o seu coração. Mas, assim que terminar, volte sua mente ao Senhor. Quando aprender a praticar a presença de Deus em todos os momentos em que estiver livre para pensar nEle, então, mesmo no meio do trabalho, você estará consciente da comunhão divina.

Qualquer que seja a direção em que se gire uma bússola, seu ponteiro indicará sempre o norte. Assim é o verdadeiro yogue. Ele pode estar imerso em muitas atividades, mas a sua mente está sempre no Senhor. Seu coração constantemente canta: "Meu Deus, meu Deus, o mais querido de todos!"

Não há outro modo de encontrar o amor de Deus que não seja entregar-se a Ele. Domine a sua mente para que você possa oferecê-la a Ele.

Se Deus me dissesse hoje: "Volta para casa!", sem qualquer hesitação eu deixaria todas as minhas obrigações aqui - a organização, os edifícios, os projetos, as pessoas - e me apressaria em obedecer-Lhe. Tomar conta do mundo é a responsabilidade de Deus. Ele é o Executor, não você ou eu.

Lembre-se de orar: "Amado Pai, quaisquer que sejam as condições que eu tenha que enfrentar, sei que elas representam o próximo degrau na minha evolução. Aceitarei de bom grado todos os testes, porque sei que dentro de mim estão a inteligência para compreender e o poder para superar."

Quando vires um lindo pôr-do-sol, pensa contigo mesmo: "É Deus pintando o céu". Ao fitar o rosto de cada pessoa que encontrares, pensa interiormente: "É Deus que assumiu esta forma". Aplica esta linha de pensamento a todas as experiências: "O sangue no meu corpo é Deus; a razão na minha mente é Deus; o amor em meu coração é Deus; tudo o que existe é Deus".

Por onde quer que a tua mente perambule no labirinto das miríades de pensamentos mundanos, pacientemene leva-a de volta à lembrança do Deus interno. Com o tempo tu O acharás sempre contigo - um Deus que fala contigo na tua própria linguagem, um Deus que te observa de cada flor ou folha de grama.

E então dirás: "Sou livre! Estou vestido com o manto diáfano do Espírito; estou voando da terra ao céu em asas de luz". E que alegria consumirá o teu ser!

Como é fácil preencher o dia com tolices e como é difícil ocupá-lo com atividades e pensamentos que valham a pena! Contudo, Deus não está muito interessado no que estamos fazendo, mas no que estamos pensando. Cada um tem uma dificuldade diferente, no entanto Deus não aceita desculpas. Ele quer que a mente do devoto esteja absorta nEle, apesar de quaisquer circunstâncias adversas.

Não pode haver desculpas para não pensar em Deus. Dia e noite, girando no fundo da tua mente: Deus! Deus! Deus! [...] Quer estejas lavando pratos, cavando uma valeta, trabalhando num escritório ou num jardim - qualquer que seja a tua atividade - diz internamente:

"Senhor, manifesta-Te a mim!
Tu estás aqui mesmo.
Tu estás no sol.
Tu estás na relva.
Tu estás na água.
Tu estás nesta sala.
Tu estás no meu coração".

Ore a Ele: "Senhor, Tu és o Mestre da criação, por isto eu venho a Ti. Não desistirei jamais, até que fales comigo e me faças perceber a Tua presença. Não viverei sem Ti."

Embora eu esteja planejando e fazendo coisas neste mundo, tudo tem por objetivo agradar o Senhor. Eu me ponho à prova; mesmo trabalhando, sussurro interiormente: "Onde estás, Senhor?" e o mundo inteiro se transforma. Não há nada além de uma grande Luz e eu sou uma pequena bolha nesse Oceano de Luz. Tal é a alegria da existência em Deus.

Deus é acessível. Falando com Ele e ouvindo Suas palavras nas escrituras, pensando nEle, sentindo Sua presença na meditação, verás que gradualmente o irreal se torna real e o mundo, que te parece real, será percebido como irreal. Não há alegria igual a esta percepção.

O Senhor conhece o curso dos nossos pensamentos. Ele não Se revelará a nós enquanto não Lhe tivermos rendido o nosso último desejo terreno; enquanto não Lhe tivermos dito: "Pai, guia-me e possui-me".

"Que cada ato da minha vontade seja impregnado com Tua vitalidade divina. Ornamenta com Tua graça todos os meus conceitos, expressões e ambições. Ó Divino Escultor, cinzela a minha vida segundo o Teu desígnio!"

"Senhor, minhas mãos e meus pés estão trabalhando para Ti. Tu me deste um determinado papel para desempenhar neste mundo, e tudo o que faço é para Ti."

Renda-se a Deus e você verá a sua vida transformar-se numa linda melodia. Se você procurar fazer tudo com a consciência voltada para Deus, verá com alegria que cada dia Ele estará escolhendo determinadas tarefas para você executar.

Paramahansa Yogananda

A importância de ser você mesmo!



Certo dia, um Samurai, que era um guerreiro muito orgulhoso, veio ver um Mestre Zen. Embora fosse muito famoso, ao olhar o Mestre, sua beleza e o encanto daquele momento, o samurai sentiu-se repentinamente inferior.

Ele então disse ao Mestre:

- "Por que estou me sentindo inferior? Apenas um momento atrás, tudo estava bem. Quando aqui entrei, subitamente me senti inferior e jamais me sentira assim antes. Encarei a morte muitas vezes, mas nunca experimentei medo algum. Por que estou me sentindo assustado agora?"

O Mestre falou:- "Espere. Quando todos tiverem partido, responderei".

Durante todo o dia, pessoas chegavam para ver o Mestre, e o samurai estava ficando mais e mais cansado de esperar. Ao anoitecer, quando o quarto estava vazio, o samurai perguntou novamente:
- "Agora você pode me responder por que me sinto inferior?"

O Mestre o levou para fora. Era um noite de lua cheia e a lua estava justamente surgindo no horizonte.
Ele disse:

- "Olhe para estas duas árvores: a árvore alta e a árvore pequena ao seu lado. Ambas estiveram juntas ao lado de minha janela durante anos e nunca houve problema algum. A árvore menor jamais disse à maior:" Por que me sinto inferior diante de você?" Esta árvore é pequena e aquela é grande - este é o fato, e nunca ouvi sussurro algum sobre isso".

O samurai então argumentou:- "Isto se dá porque elas não podem se comparar".

E o Mestre replicou:
- Então não precisa me perguntar. Você sabe a resposta. Quando você não compara, toda a inferioridade e superioridade desaparecem. Você é o que é e simplesmente existe.

Um pequeno arbusto ou uma grande e alta árvore,
não importa, você é você mesmo.
Uma folhinha da relva é tão necessária quanto a maior das estrelas.
O canto de um pássaro é tão necessário quanto nós,
pois o mundo será menos rico se este canto desaparecer.
Simplesmente olhe à sua volta.
Tudo é necessário e tudo se encaixa.
É uma unidade orgânica: ninguém é mais alto ou mais baixo,
ninguém é superior ou inferior.

Cada um é incomparavelmente único.
Você é necessário e basta.
Na Natureza, tamanho não é diferença.
Tudo é expressão igual de vida!
... Conto Zen ...