Recorda desde a divina matriz o real propósito a que vens AQUI e pelo qual AGORA te manifestas!

Enquanto um diz: Namastê, te saúdo e te reconheço como a sagrada divindade. Em outro lugar, o outro pulsa: In lake´sh, eu sou o outro em você a serviço planetário da compreensão, da aceitação, da cura, da libertação e da realização.

Aquele que tudo vê, nos inspira e responde: "Com visão e esperança danço e canto para o coração divino." Acredito que assim nasce o puro, verdadeiro e divino AMOR, nossa responsabilidade básica.

Aqui e agora é tudo que existe de ETERNO. Respiro e sinto o que simplesmente É e dentro dessa Eternidade, a lembrança IMORTAL: SOMOS UM na Divina Presença.

Seja uno com cada ser-elemento manifesto e a gratidão lhe conecta na fonte de amor e alegria infinita, paz e compaixão infinita, paciência e tolerância infinita.

No espelho do ser, o reflexo D´eus. A união do Todo se traduz num som... OM... AMEM... silêncio!

OM TAT SAT OM...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Madre Tereza, Tudo começa na prece

"Quanto mais nós nos esvaziamos,
mais espaço damos para Deus nos preencher."
Madre Teresa de Calcutá, Tudo Começa com a Prece



A menos que seu trabalho seja feito com amor, ele é inútil. Trabalhar sem amor é escravidão. É fácil amar as pessoas que estão distantes. Nao é fácil amar as que estão perto de nós. É mais fácil dar um prato de comida a um faminto do que abrandar a solidão e o sofrimento de quem precisa de amor em nossa própria casa.
É muito difícil orar se nao sabemos como fazê-lo. Devemos ajudar a nós mesmos a aprender. O mais importante de tudo é o silêncio. Devemos nos acostumar com o silêncio da alma, dos olhos e da língua. Tudo comeca com a prece que nasce do silêncio do coração.

Silêncio do coração, nao somente da boca - ambos sao necessários. Então você poderá ouvir a Deus em todo o lugar: no fechar de uma porta, na pessoa que precisa de você, nas flores, nos animais, aquele silêncio que é maravilha e louvor.

Se prestarmos atenção ao silêncio, será fácil orar. Há muita conversa, muita repetição, tanto no que se fala como no que se escreve. Estando sozinho ou acompanhado, procure a Deus no silêncio. É lá que acumulamos o poder interior, que o distribuímos pela ação, utilizando-o tanto nas tarefas menores quanto nas nossas horas de maior sofrimento.

É muito difícil conseguir o silêncio interior, mas precisamos fazer um esforço. No silêncio encontraremos energia nova e unidade verdadeira para fazer todas as coisas bem feitas. Se você deseja sinceramente aprender a orar, mantenha-se em silêncio.

Se uma criança ainda não foi desvirtuada e ainda não aprendeu a mentir, ela dirá tudo. É o que quero dizer quando me refiro a ser tal qual uma criança. Como aprendemos orar? Orando. Precisamos auxiliar a nós mesmos a aprender. Você pode orar a qualquer hora, em qualquer lugar, não é necessário estar em uma igreja ou seguir qualquer doutrina.

Ame a prece. Para ser melhor, é preciso orar mais. Quanto mais você ora, mais fácil se torna orar e quanto mais fácil, mais você rezará. Você pode orar enquanto trabalha. O trabalho não interrompe a prece, tampouco a prece interrompe o trabalho.

Devemos todo o dia renovar nosso propósito e mover-nos com fervor, como se o fosse o primeiro dia do nosso despertar. Uma simples oração: "Senhor, dá-me a Graça real e verdadeira todo o dia, pois o que tenho feito agora é nada."

Ofereça-se completamente a Deus. Ele o utilizará para realizar grandes coisas, com a condição de que você acredite muito mais no amor d'Ele do que nas próprias fraquezas. Nossas palavras são inúteis, a não ser que venham do coração. A prece é uma alegria. Oremos uns pelos outros, pois essa é a melhor forma de amar uns aos outros.

Esperamos impacientemente pelo paraíso de Deus, mas nós temos em mãos o poder de estar no paraíso aqui e agora. Estar feliz com Deus significa amar como Ele ama, ajudar como Ele ajuda, doar como Ele doa, servir como Ele serve.

OM TAT SAT OM

TAT TWAN ASI

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Ramana Maharshi

"Como dois pássaros dourados
pousados no mesmo galho,
intimamente amigos,
o ego e a Consciência
habitam o mesmo corpo.

O primeiro ingere os frutos doces
e azedos da árvore da vida;
o segundo tudo vê, em seu distanciamento”.
Rigveda I: 164.20



A consciência brilha como existência. A existência é verdadeiramente Consciência. A consciência é o verdadeiro Eu.

Apenas a felicidade produz o amor. Para que se atinja essa felicidade, que é a natureza do ser, deve-se conhecer o próprio Ser Superior.

O silêncio interior é a entrega ao Eu Superior. E isso é viver sem o sentido do ego.


Ramana Maharshi

Shirdi Sai Baba

"Antes de falar, pergunte a si mesmo:

é gentil, é necessário, é verdadeiro,
acrescenta alguma coisa ao silêncio?"
Shirdi Sai Baba (1856-1918)




"Desenvolva fé em Deus. Todos os Nomes são Dele - seja Rama, Krishna, Cristo, Alá ou qualquer outro Nome. Todo homem é a encarnação do Divino. As verdadeiras relações humanas só podem crescer quando essa verdade é reconhecida.
A primeira fase de percepção é quando você reconhece: "Eu estou na Luz"; na próxima fase, você percebe: "A Luz está em mim"; e, finalmente, você compreende: "Eu sou a Luz".

O "Eu" representa o amor e a "Luz" representa a Sabedoria Suprema. Quando o amor e a luz se tornam um, acontece a Realização."


"Uma vaca ficou presa num atoleiro e estava se debatendo incontrolavelmente. Uma multidão de prejguiçosos estava assistindo sua batalha com grande satisfação. Um monge que estava passando ao longo da rua, viu o animal infeliz; tirou sua camisa. Jogou fora o seu capuz; pulou na lama, e levou a vaca para a margem, a despeito de seus chutes e dos movimentos fora de si.

A multidão riu de seu feito e de sua destreza ao levantar peso, e alguém perguntou a ele: "Por que você não pôde seguir seu caminho, indiferente? O monge respondeu: "imagem da agonia da vaca cortou meu coração; eu não pude seguir um passo mais. Tive que me livrar daquela dor em meu coração. Essa foi a cura para tal dor. Eu fiz isso para me salvar, não tanto para salvar a vaca."

Vocês servem a si próprios; vocês prejudicam a si próprios, quando exultam com o mal que infligiram ao outro. Não há OUTRO! Só aqueles que alcançaram esse estágio de progresso espiritual têm o direito de orientar no serviço.

Vocês acreditam que Deus protege os bons do mal e castiga os maldosos; isso não é correto. A bondade dos bons os protege; a maldade dos maldosos os fere. Deus é a testemunha. O coração do homem deve ser transformado em um calmo e suave instrumento agradável, tão calmo, suave e agradável como um luar; é por isso que o dia da lua cheia é separado para oferecer gratidão, dedicação e concentração na magnificência do Deus onipresente e onisciente."

Bhagavan Sri Sathya Sai Baba


* Shirdi Sai Baba foi a encarnação anterior de Sathya Sai Baba

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Dia do Professor - Educador

Trago-te um recado de muita gente.

Houve gente que praticou uma boa ação,
Manda dizer-te que foi porqueTeu exemplo convenceu.

Houve alguém que venceu na vida,
E manda dizer-te que foi porqueTuas lições permaneceram

E houve mais alguém que superou a dor,
E manda dizer-te que foi a lembrança
De tua coragem que ajudou.

Por isso que és importante...

O teu trabalho é o mais nobre,
De ti nasce a razão e o progresso.
A união e a harmonia de um povo!
E agora...

Sorria!!

Esqueça o cansaço e a preocupação,
Porque há muita gente pedindo a Deus
Para que você seja muito Feliz!!!

Parabéns pelo seu dia!!!!

sábado, 10 de outubro de 2009

Tantra, a Teia da Vida

"Não há necessidade de templos,
não há necessidade de filosofias complicadas.
Meu cérebro e meu coração
são meus templos;
minha filosofia é a bondade."
Dalai Lama




Você sabe o que é Tantra?

Tantra não é conhecimento de posições sexuais excêntricas.

Tantra não é gozadas múltiplas com vibrador.

Tantra não é performance sexual acrobática.

Tantra não é pornografia.

Tantra não é religião.

Tantra não é doutrina.

Tantra não é relacionamento.

* * *

Tantra é estar livre, inteiro e entregue.

Tantra é relacionar-se.

Tantra é meditação, aqui e agora.

Tantra é fluir, pulsar e vibrar.

Tantra é se permitir reconhecer sua forma, para poder abrir o coração.

Tantra é celebração.

Tantra é autodescoberta.

* * *

O quanto você se permite de verdade.

* * *

É APRENDER SOBRE SI MESMO, DEIXANDO PARA TRÁS O QUE A GENTE NÃO É.

* * *

SAT-CHIT-ANANDA
 (Ser - Consciência - Êxtase ou Bem-aventurança)

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

SOM, um tom em reflexo do sol...

"Quanto mais permitimos
que cada voz cante com seu próprio tom,
mais rica é a diversidade do canto em uníssono. "
Ângelo Silésio



“Você está ouvindo um instrumento, uma cítara, ou qualquer outro. Muitas notas estão lá. Esteja alerta e ouça o cerne central, a coluna vertebral em torno da qual todas as notas fluem, a corrente mais profunda que mantém todas as notas unidas e que é central, assim como a sua coluna. Todo o corpo é sustentado pela coluna vertebral. Ao ouvir a música, esteja alerta, penetre a música e encontre a coluna central da música, o elemento central que segue fluindo, mantendo tudo unido. As notas vêm e vão e desaparecem, mas o cerne fundamental flui. Torne-se consciente dele”.
Osho

domingo, 4 de outubro de 2009

Oração de São Francisco


Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz

Onde houver ódio, que eu leve o amor

Onde houver ofensa , que eu leve o perdão

Onde houver discórdia, que eu leve a união

Onde houver dúvida, que eu leve a fé

Onde houver erro, que eu leve a verdade,

Onde houver desespero, que eu leve a esperança

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria

Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei que eu procure mais

consolar que ser consolado

compreender que ser compreendido

amar, que ser amado

Pois é dando que se recebe

é perdoando que se é perdoado

e é morrendo que se nasce para a vida eterna...

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Eterno SER


"Ver um mundo em um grão de areia;
e um céu numa flor selvagem;
é ter o infinito na palma da mão;
e a eternidade em uma hora. "William Blake


Não use seu tempo procurando coisas pequenas. Naturalmente é mais fácil obter outras dádivas de Deus do que a suprema dádiva dEle mesmo. Mas não se satisfaça com algo que seja menos do que o maior.

Você está maltratando a alma ao mantê-la imersa na matéria, vida após vida, assustada com os pesadelos do sofrimento e da morte. Entenda que você é a alma. Lembre-se de que o Sentimento por trás do seu sentimento, a Vontade por trás da sua vontade, a Força por trás da sua força, a Sabedoria por trás da sua sabedoria, são o Senhor Infinito.

Unifique o sentimento do coração com a razão da mente em perfeito equilíbrio. No castelo de paz, afaste de si, sempre, a identificação com a posição no mundo e mergulhe na meditação profunda para entender a sua divina realeza.

Primeiro medite e sinta a Presença Divina. Impregnado com a consciência de Deus, faça o seu trabalho. Agindo assim, você nunca se sentirá cansado. Se você trabalhar para o seu Querido Divino, a sua vida será plena de amor e energia.

Se tivermos equilíbrio interno, poderemos desempenhar harmoniosamente os nossos deveres, mesmo no mundo dos negócios. Poderemos realizar coisas admiráveis no mundo, sem necessariamente entrarmos em choque com os outros. Quando o nosso dia de trabalho terminar, poderemos voltar para dentro de nós mesmos a fim de estarmos novamente com Deus.

Por fim, poderemos, com total consciência da presença dEle, cumprir os nossos deveres no mundo dos negócios. Se formos calmos e serenos, aconteça o que acontecer, sucesso ou aparente fracasso, nós continuaremos tranqüilos, tendo a certeza que a vontade de Deus está sendo feita.

Se os outros gastam o tempo com tolices, fique você refugiado em Deus. Você progredirá. Deixe o seu exemplo modificar a vida dos outros. Reforme-se a si mesmo e você reformará milhares.

Você nasceu para realizar uma missão divina, a sua reunificação com Deus. Entenda como isto é tremendamente importante. Não permita que o seu pequeno ego seja um obstáculo à conquista de sua meta divina.

* * *
Paramahamsa Yogananda

* * *

"Atravessa o tempo, torna-te eternidade; reconhece-te por imortal, capaz de tudo conceber e tudo fazer; sê mais alto do que toda altura, mais profundo do que toda profundeza; sê ao mesmo tempo todas as partes do mundo; reúne num abraço todos os ciclos, todas as medidas e todas as extensões e então poderás compreender a verdadeira eternidade: Deus."

Hermes