Recorda desde a divina matriz o real propósito a que vens AQUI e pelo qual AGORA te manifestas!

Enquanto um diz: Namastê, te saúdo e te reconheço como a sagrada divindade. Em outro lugar, o outro pulsa: In lake´sh, eu sou o outro em você a serviço planetário da compreensão, da aceitação, da cura, da libertação e da realização.

Aquele que tudo vê, nos inspira e responde: "Com visão e esperança danço e canto para o coração divino." Acredito que assim nasce o puro, verdadeiro e divino AMOR, nossa responsabilidade básica.

Aqui e agora é tudo que existe de ETERNO. Respiro e sinto o que simplesmente É e dentro dessa Eternidade, a lembrança IMORTAL: SOMOS UM na Divina Presença.

Seja uno com cada ser-elemento manifesto e a gratidão lhe conecta na fonte de amor e alegria infinita, paz e compaixão infinita, paciência e tolerância infinita.

No espelho do ser, o reflexo D´eus. A união do Todo se traduz num som... OM... AMEM... silêncio!

OM TAT SAT OM...

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

VIVER COMO AS FLORES



"Mestre, como faço para não me aborrecer?

Algumas pessoas falam demais,
outras são ignorantes.

Algumas são indiferentes.
Sinto ódio das que são mentirosas.
Sofro com as que caluniam. Pois viva como as flores!,
advertiu o mestre. Como é viver como as flores?
Perguntou o discípulo. Repare nestas flores, continuou o mestre,
apontando lírios que cresciam no jardim.
Elas nascem no esterco, entretanto,
são puras e perfumadas.
Extraem do adubo malcheiroso tudo
que lhes é útil e saudável, mas não
permitem que o azedume da terra
manche o frescor de suas pétalas.
É justo angustiar-se com as próprias
culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem.
Os defeitos deles são deles e não seus.
Se não são seus,
não há razão para aborrecimento. Exercite, pois, a virtude de rejeitar
todo mal que vem de fora.

Isso é viver como as flores."

domingo, 25 de janeiro de 2009

Doce aceitação

"A partir deste instante a liberdade
será algo vivo e transparente,
como um fogo ou um rio,
ou como a semente do trigo
e a sua morada será sempre o coração do homem"
Thiago de Mello

Doce aceitação

que me importa o que venha
importa o que seja

o que é
é o que tudo vale

e recebo
aceito
entrego
confio
amo

a verdade nua
a pureza crua

lapidada pelo ser espontâneo
lambuzada pelo crer triunfante

no tesão que nutre a vida
um amor sincero

e eu te agradeço
pela energia trocada
pelo cosmo que repousou na eternidade
dos instantes em que juntos estivemos

a imortalidade de segundos
escorreram nas horas

foram poucos encontros
por onde pessoas passaram
os carros correram
o chão tremeu
pássaros voaram

o universo em tantas canções

e
o dia se foi

enquanto
a noite chegou

o suficiente para inspirar
cativar
alimentar
motivar

o beija-flor trouxe a mensagem
polinizada dentro de nossos corações
sonhos foram ouvidos
e fala se abriu na poesia de nossas vidas

espelhos do Si mesmo

por te beijar sem beijar
por sentir teu sexo sem te tocar
e também por te beijar
por te tocar
por te sentir

a percepção de uma forma além
do que se queira padronizar
numa loucura tão sã

3õ Kátea Miranda

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Corações ao INFINITO...

"Dentro do coração

de um amante,

há um outro mundo,

e mais outro."

Rumi


extraído e traduzido a partir de:
http://sexualityinart.wordpress.com/2007/10/13/rumi-hearts-to-infinity/

A citação inspirou-me para desenhar este símbolo progressão:


Aqui está o lápis desenho (iniciada no interior do livro, enquanto assistem a uma aula de educação contínua. Tenho um lote tiradas durante aulas para tentar fazer melhor uso do meu tempo):

E aqui está anterior maneira arranjei o símbolo progressão:


Entre a escrita de hoje e de ontem, diversos temas foram covalescentes em meus pensamentos. A partir dessa mistura, esta ideia formada:


Uma mãe, com cada novo filho,
pode escolher a crescer em si
um outro coração e para o da criança.

Sexualidade, amor e criatividade são interligadas.

Uma das principais soluções que a sexualidade, o amor, e criatividade tem, é permitir a criação de mais uma opção de responder a uma pergunta que tenha sido apresentado anteriormente (inadequadamente) como tendo apenas um número finito ou imutável de soluções.

- - - -

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Um poema de Rumi, o místico do AMOR

"Despertem amantes,
é hora de iniciar a jornada!

Vamos beijar a terra
e fluir tal qual um rio em direção ao Oceano.
É melhor fazer essa jornada bem acompanhado.
E apenas o amor pode mostrar o caminho!"


Perdão e Introspecção...

Este ser humano é uma residência.
Cada manhã é uma nova chegada.

Uma alegria, uma depressão,
um significado sem sentido qualquer.

Alguma consciência momentânea
vem como um visitante inesperado.

Dê as boas vindas e entretenha-os todos.
Mesmo se são uma multidão de amarguras,
as quais varrem violentamente sua casa
e esvaziam para fora toda a sua mobília.

Ainda assim trate cada convidado
de forma honorável.

Ele pode ser estar clareando você para fora
em direção a algum prazer novo.

O pensamento escuro, a vergonha, a malícia,
encontre-os no riso da porta e convide-os para entrar.

Seja grato para quem quer que venha,
porque cada um foi emitido como um guia do ALÉM.



Mawlānā Jalāl-ad-Dīn Muhammad Rūmī, também conhecido como Mawlānā Jalāl-ad-Dīn Muhammad Balkhī ou apenas Rumi, é considerado um dos maiores místicos islâmicos e extraordinário poeta do amor. Sua influência na filosofia, literatura, misticismo e cultura foi tão profunda que por toda a Ásia Central e países Islâmicos quase todos os sábios religiosos, místicos e filósofos refletiram sobre seus escritos durante vários séculos. Nasceu no Afeganistão em 30 de setembro de 1207, viveu grande parte da sua vida no Irão e passou seus últimos anos na Turquia. O dia 17 de dezembro é celebrado em diversos lugares do mundo como o dia do casamento de Rumi, a noite em que ele morreu e atingiu a união perfeita.

"Sofreste em excesso
por tua ignorância,
carregaste teus trapos
para um lado e para outro,
agora fica aqui.

Na verdade,
somos uma só alma, tu e eu.
Nos mostramos e nos escondemos
tu em mim, eu em ti.
Eis aqui o sentido profundo de minha relação contigo,
Porque não existe, entre tu e eu, nem eu, nem tu."

A vida mística de Rumi foi completamente transformada por seu encontro com a figura misteriosa e fascinante do monge errante Shams de Tabriz. Como se diz na tradição sufi, foi "um encontro entre dois oceanos". Esse mestre misterioso iniciou Rumi na experiência mística do amor. Essa experiência de união amorosa foi tão inspiradora que Rumi produziu uma obra de 40.000 versos, dentre eles são bastante famosos Masnavi (poemas de cunho reflexivo-teológico), Rubai-yat (Canção de amor por Deus) e Divan de Tabriz.

A efusão do amor em Rumi é tão avassaladora que abraça tudo, o universo, a natureza, as pessoas e principalmente Deus. Dificilmente na história da mística universal são encontrados poemas de amor com tamanha precisão, sensibilidade e paixão. Trata-se do único movimento do amor que não conhece divisões, mas que tudo enlaça numa unidade última e radical tão bem expressa no poema Eu sou Tu :

"Tu, que conheces Jalal ud-Din (nome de Rumi).
Tu, o Um em tudo, diz quem sou.
Diz: 'eu sou Tu'.
Ou o outro:
'De mim não resta senão um nome, '
tudo o resto é Ele."

Inerente à experiência místico-amorosa é a embriagues do amor que torna o místico um "louco de Deus" como São Francisco de Assis, Santa Tereza d’Ávila, Santa Xênia da Rússia e o próprio Rumi. Num poema do Rubai’yat, expressando esta embriaguez mística, ele diz:
"Hoje eu não estou ébrio,
sou os milhares de ébrios da terra.
Eu estou louco e amo todos os loucos, hoje".



Também como expressão da “loucura divina”, Rumi criou a sama, a dança extática dos dervixes girantes (Mevlevi), uma meditação em movimento em que cada dervixe percebe seu ego se dissolvendo e entra em ressonância com o espírito universal.

Dervixe significa 'passagem'. Girar é uma imagem de como o dervixe se torna um lugar livre para o humano e o divino se encontrarem. Para alcançar o Todo, a parte deve ficar louca, ou seja, abandonar o ego.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Uma atitude benevolente



Quando você estender o puro amor a todas as pessoas com motivação altruísta, isto é uma atitude de benevolência.


Quando você enviar bons desejos e puros sentimentos para aqueles que estão em profunda tristeza, isto é uma atitude de misericórdia.


Ao ver as virtudes e não as deficiências nas pessoas, isto é uma atitude de compaixão.


Quando abençoares e elevares alguém, mesmo quando este difamar você, isto é uma atitude de perdão.


Quando você tolerar uma situação e assumir a responsabilidade, bem como dar a cooperação, mesmo quando não apreciado, isto é uma atitude de humildade e de auto-respeito.


A cada segundo, cada momento e em cada sopro de sua vida é alimentada pela atitude.

A primeira mudança acontece na atitude, é quando se percebe que não há maior professor do que o próprio exemplo prático.

Ser realmente benevolente significa que eu devo mudar primeiro, para então receber o poder, o conhecimento e a experiência de pensamento e ação para o benefício último de todos.

OM TAT SAT OM
OM MANI PADME HUM

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Paz, paz, paz!!! OM SHANTI...


Orai e vigiai...

Recebida de uma querida irmã e amiga da Luz, Pauline, te agradeço esta linda oração!

"ANJO SANTO DE DEUS, que contemplas no Céu a face inefável do SENHOR e estás no meu coração, presença de luz e de amor divino, entra, peço-te, irmão, amigo, protetor, na minha intimidade mais secreta, e vem fazer do meu coração a tua estável e dileta morada: a ti totalmente me entrego.
Leva-me pela mão no caminho cotidiano da vida, instruindo-me com a tua ciência infalível, orientando-me com as tuas celestes advertências, defendendo-me do mal com o poder divino, inundando-me com a tua paz celeste. Prometo invocar-te todos os dias e acolher todas as tuas sugestões.

Faze com que eu caminhe no amor, firme na fé, cheia de esperança e o olhar confiante, sempre, dirigido para a meta, além do tempo. Lá, em perfeita comunhão contigo, com a Virgem Maria, com todos os Anjos e Santos, mergulharei na SANTÍSSIMA TRINDADE, Princípio, sem princípio, de tudo que é visível e invisível."

Amém




Pela paz... SHANTI!

“Gloriosa é a herança do Filho do Homem, pois só a ele é dado entrar na Corrente da Vida que o conduz ao reino de seu Pai Celestial.”

Antes disso, porém, faz-se mister que procure e encontre a paz com o corpo, com os pensamentos, com os sentimentos, com os filhos dos homens, com o conhecimento sagrado e com o reino da Mãe Terrena.

Pois em verdade vos digo, esta é a embarcação que carregará o Filho do Homem pela corrente da vida a seu Pai Celestial.Ele precisa ter a Paz Sétupla antes de poder conhecer a paz que sobreleva o entendimento, incluindo a de seu Pai Celestial.

Para isso o Filho do Homem deve orar sem parar, para que o poder, a sabedoria e o amor reinem no seu corpo, nos seus pensamentos e nos seus sentimentos.

Oremos, pois, como nos ensinou Mestre Jesus, oremos para conquistar a paz em nosso corpo.

“Pai Nosso que estás no céu, manda a todos os Filhos do Homem o teu Anjo da Paz, e manda ao nosso corpo o Anjo da Vida, para que nele habite permanentemente”.

Amém

Buscai a seguir a paz com vossos próprios pensamentos, guiados pelo Anjo da Sabedoria, para construirdes uma ponte de luz, por cujo intermédio chegareis a Deus.

Oremos, pois, para conquistar a paz em nossas mentes.

“Pai Nosso que estás no céu, envia a todos os Filhos do Homem o teu Anjo da Paz, e envia aos nossos pensamentos o Anjo do poder, para podermos romper todos os limites.”

Amém

Buscai então a paz com vossos próprios sentimentos, invocando pelo Anjo do Amor, a fim de que vossa família terrena se alegre e o que era discórdia e impaciência se transformará em harmonia e paz.

Oremos, pois, para conquistar a paz com nossos sentimentos.

“Pai Nosso que estás no céu, manda a todos os Filhos do Homem o teu Anjo da Paz, e manda aos da nossa semente e do nosso sangue o Anjo do Amor, a fim de que a paz e a harmonia habitem em nossa casa para sempre.”

Amém

Buscai então a paz com os outros Filhos do Homem, pois todos são Filhos de Deus, e compartilhai com eles todas as coisas, pois todas as coisas nos são dadas ao preço do nosso trabalho.

Oremos, pois, para conquistar a paz com nossos irmãos.

“Pai Nosso que estás no céu, envia a todos os Filhos do Homem o teu Anjo da Paz e envia a toda a humanidade o Anjo do Trabalho para que, tendo já uma tarefa sagrada, não peçam nenhuma outra benção.”

Amém

Buscai então a paz com o conhecimento de tempos passados e, depois de ver com os olhos da sabedoria e ouvir com os ouvidos do entendimento, procurai ensinar a todos os Filhos do Homem a Lei Sagrada que leva a Deus.

Oremos, pois, para conquistar a paz através do conhecimento sábio dos nossos ancestrais.

“Pai Nosso que estás no céu, manda a todos os Filhos do Homem o teu Anjo da Paz e manda ao nosso conhecimento o Anjo da Sabedoria para podermos percorrer os caminhos dos Grandes, que viram a face de Deus.”

Amém

Buscai então a paz com o reino da Mãe Terrena, pois ela está em vós e vós nela.

Oremos, pois, para conquistar a paz com nossa Mãe Terrena.

“Pai Nosso que estás no céu, manda a todos os Filhos do Homem o teu Anjo da Paz e manda ao reino de nossa Mãe Terrena o Anjo da Alegria, para que o nosso coração se encha de cânticos e alegria quando nos aninharmos nos braços Dela.”

Amém

Por fim, buscai a paz com o reino do Pai Celestial, pois o Filho do Homem só nasceu de seu pai pela semente e de sua mãe pelo corpo a fim de poder encontrar sua herança divina.

Oremos, pois, para encontrar a paz com nosso Pai Celestial.

“Pai Nosso que estás no céu, envia a todos os Filhos do Homem o teu Anjo da Paz e envia ao vosso reino o vosso Anjo da Vida Eterna, a fim de que possamos alçar-nos além das estrelas e viver para todo o sempre.”

Amém

Ó Mestre!Trazei à tua terra o reinado da paz!

Eu dou a paz de tua Mãe Terrena ao teu corpo,E a paz de teu Pai Celestial ao teu espírito,E que a paz de ambos reine entre os Filhos do Homem.

Vinde a mim todos que estais cansados e sofreis em disputas e aflição!Que a minha paz vos fortalecerá e consolará,Pois a minha paz está excessivamente cheia de alegria.Daí que Eu sempre vos saúde desta maneira:

-A paz seja convosco!

Saudai sempre assim, portanto, o vosso vizinho,Para que sobre o vosso corpo desça a paz da vossa Mãe Terrena,E sobre o vosso espírito a paz do vosso Pai Celestial!E então encontrareis paz também em vós,Pois bem-aventurados são os que lutam pela paz,Pois eles encontrarão a paz do Pai Celestial.

E dai a cada um a vossa paz,Como Eu vos dei a minha paz,Pois a minha paz é a paz de Deus.A paz seja convosco!

* * *

Shallon Ain Sof.

Obs.:- Adaptação da Paz Sétupla do Evangelho Essênio da
Pazhttp://www.pax.org.br/oracoes/paz_setupla.htm

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Perdão

O perdão é uma benção. Repasso essa mensagem bonita. Beijos a todos vocês meus amores, recebida da querida irmã e amiga de luz, Flavia Arantes

Desejo a todos uma otima reflexão, que possamos olhar mais as nossas falhas e ajudar mais os outros. A todos uma semana reveladora e realizadora.

Arrependimento e Perdão são as palavras do Senhor Jesus Cristo Filho de Deus, em suas orações. Ele é quem tem piedade de nós!



PERDÃO NOS RELACIONAMENTOS

O perdão elimina tudo o que se coloca entre seu irmão e você. O perdão é a chave para se chegar à paz interior porque é a técnica mental através da qual nosso medo se transforma em amor.

Nossas percepções acerca de outras pessoas freqüentemente tornam-se um campo de batalha entre o desejo do ego de fazer julgamentos e o desejo do Espírito Santo de aceitar as pessoas como elas são. O ego é o grande explorador de falhas. Ele vai atrás de erros em nós mesmos e nas outras pessoas.

O Espírito Santo vai atrás de sua inocência. Ele vê cada um de nós como somos na realidade e, já que somos criações perfeitas de Deus, Ele ama o que vê. Não somos culpados pelas partes de nossa personalidade que têm a tendência de nos desviar do amor - elas são nossas feridas.

Deus não quer nos punir, mas nos curar. E é assim que quer que vejamos as feridas das outras pessoas.O perdão é uma 'memória seletiva', uma decisão consciente de nos concentrarmos no amor e deixar o resto ir embora. Mas o ego é incansável - 'na melhor das hipóteses é desconfiado e, na pior, corrupto'. Ele expõe os argumentos mais sutis e traiçoeiros para expulsar as pessoas de nossos corações.

A máxima dos ensinamentos do ego é: O Filho de Deus é culpado.
A máxima dos ensinamentos do Espírito Santo é: O Filho de Deus é inocente.

O fazedor de milagres conscientemente convida o Espírito Santo a participar de todos os relacionamentos e a nos livrar da tentação de julgar e encontrar erros. Pedimos a Ele que nos livre dessa tendência de condenar.

Pedimos a Ele que nos revele a inocência dentro das outras pessoas, aquelas que devemos ser capazes de ver dentro de nós mesmos.

'Querido Deus, entrego esse relacionamento em Suas Mãos. Querido Deus deixe-me ver essa pessoa através de Seus olhos'.

AMEM

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Doce como mel...


A virtude da doçura

Apenas comendo e sentindo algo doce, que é possível trazer a sensação da doçura para algo deixado pelo sabor amargo e enquanto isso após um tempo depois saciado, ainda se permanece feliz.

Torne sua própria natureza doce para que do mesmo modo suas palavras sejam preenchidas com tal doçura e assim possam ser faladas constantemente. Tais palavras doces fazem ambos felizes, você mesmo e o outro.

Use este método para adoçar sempre as bocas de todas as outras pessoas, mantenha-se constantemente com uma atitude doce, com palavras doces e com ações doces.


... Possa o doce amor divino ser o solo no qual cresçam nossas açoes ...

Paz e bem

OM AMEM

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Quero saber...

"A Base da Sua Vida é Liberdade.
O Objetivo da Sua Vida é Felicidade.
O Resultado da Sua Vida é Crescimento."
Abraham-Hicks


Não me interessa o que você faz para viver. Quero saber o que você deseja ardentemente, e se você se atreve a sonhar em encontrar os desejos do seu coração.

Não me interessa quantos anos você tem. Quero saber se você se arriscaria a aparentar que é um tolo por amor, por seus sonhos, pela aventura de estar vivo.

Não me interessa quais os planetas que estão em quadratura com a sua lua. Quero saber se você tocou o centro de sua própria tristeza, se você se tornou mais aberto por causa das traições da vida, ou se tornou murcho e fechado por medo das futuras mágoas.

Quero saber se você pode sentar-se com a dor, minha ou sua, sem se mexer para escondê-la, tentar diminuí-la ou tratá-la.

Quero saber se você pode conviver com a alegria, minha ou sua, se você pode dançar loucamente e deixar que o êxtase tome conta de você dos pés à cabeça, sem a cautela de ser cuidadoso, de ser realista ou de lembrar das limitações de ser humano.

Não me interessa se a história que você está contando é verdadeira. Quero saber se você pode desapontar alguém para ser verdadeiro com você mesmo; se você pode suportar acusações de traição e não trair sua própria alma.

Quero saber se você pode ser leal, e portanto, confiável.

Quero saber se você pode ver a beleza mesmo quando o que vê não seja bonito todos os dias, e se você pode buscar a fonte de sua vida da presença de Deus.

Quero saber se você pode conviver com o fracasso, seu e meu, e ainda postar-se à beira de um lago e gritar à lua cheia prateada: "Sim!".

Não me interessa saber onde mora e quanto dinheiro você tem. Quero saber se você pode levantar depois de uma noite de tristeza e desespero, cansado e machucado até os ossos e fazer o que tem que ser feito para as crianças.

Não me interessa quem você é, como chegou até aqui. Quero saber se você vai se postar no meio do fogo comigo e não vai se encolher.

Não me interessa onde ou o que ou com quem você estudou. Quero saber o que o segura por dentro quando tudo o mais fracassa.

Quero saber se você pode ficar só consigo mesmo e se você verdadeiramente gosta da companhia que consegue nos momentos vazios .


Oriah Mountain Dreamer

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

FELIZ OLHAR NOVO


De Carlos Drummond de Andrade ou não... afinal a poesia não é de quem cria e sim de quem precisa =)

"O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história.

O grande lance é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o AQUI e o AGORA.

Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais...

Mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia?

Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho? Quero viver bem. O ano que passou foi um ano cheio. Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões. Normal.

Às vezes se espera demais das pessoas. Normal. A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor machucou. Normal. O próximo ano não vai ser diferente. Muda o século, o milênio muda, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí? Fazer o quê? Acabar com seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?

O que eu desejo para todos nós é sabedoria!

E que todos saibamos transformar tudo em uma boa experiência!

Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado. Ele passou na sua vida. Não pode ser responsável por um dia ruim...

Entender o amigo que não merece nossa melhor parte. Se ele decepcionou, passe-o para a categoria três, a dos colegas. Ou mude de classe, transforme-o em conhecido. Além do mais, a gente, provavelmente, também já decepcionou alguém.

O nosso desejo não se realizou? Beleza, não tava na hora, não deveria ser a melhor coisa pra esse momento (me lembro sempre de um lance que eu adoro: CUIDADO COM SEUS DESEJOS, ELES PODEM SE TORNAR REALIDADE).

Chorar de dor, de solidão, de tristeza faz parte do ser humano. Não adianta lutar contra isso. Mas se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes.

Desejo para todo mundo esse olhar especial.

O próximo ano pode ser um ano especial, muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o outro.

O próximo ano pode ser o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular.... ou... pode ser puro orgulho! Depende de mim, de você!

Pode ser. E que seja!!! Feliz olhar novo!!!

Que a virada do ano não seja somente uma data, mas um momento para repensarmos tudo o que fizemos e que desejamos, afinal sonhos e desejos podem se tornar realidade somente se fizermos jus e acreditarmos neles!"
E ainda nas palavras do poeta:
Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que deu o nome de ano, foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar, que dali para adiante vai ser diferente =)

Para você ganhar belíssimo Ano Novo da cor do arco-íris, ou da cor da sua paz, Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido,

Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta.

Não precisa chorar arrependido pelas besteiras consumidas nem parvamente acreditar que por decreto de esperançaa partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações, liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente.

É DENTRO de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.

Carlos Drummond de Andrade