Recorda desde a divina matriz o real propósito a que vens AQUI e pelo qual AGORA te manifestas!

Enquanto um diz: Namastê, te saúdo e te reconheço como a sagrada divindade. Em outro lugar, o outro pulsa: In lake´sh, eu sou o outro em você a serviço planetário da compreensão, da aceitação, da cura, da libertação e da realização.

Aquele que tudo vê, nos inspira e responde: "Com visão e esperança danço e canto para o coração divino." Acredito que assim nasce o puro, verdadeiro e divino AMOR, nossa responsabilidade básica.

Aqui e agora é tudo que existe de ETERNO. Respiro e sinto o que simplesmente É e dentro dessa Eternidade, a lembrança IMORTAL: SOMOS UM na Divina Presença.

Seja uno com cada ser-elemento manifesto e a gratidão lhe conecta na fonte de amor e alegria infinita, paz e compaixão infinita, paciência e tolerância infinita.

No espelho do ser, o reflexo D´eus. A união do Todo se traduz num som... OM... AMEM... silêncio!

OM TAT SAT OM...

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Shirdi Sai Baba

"Antes de falar, pergunte a si mesmo:

é gentil, é necessário, é verdadeiro,
acrescenta alguma coisa ao silêncio?"
Shirdi Sai Baba (1856-1918)




"Desenvolva fé em Deus. Todos os Nomes são Dele - seja Rama, Krishna, Cristo, Alá ou qualquer outro Nome. Todo homem é a encarnação do Divino. As verdadeiras relações humanas só podem crescer quando essa verdade é reconhecida.
A primeira fase de percepção é quando você reconhece: "Eu estou na Luz"; na próxima fase, você percebe: "A Luz está em mim"; e, finalmente, você compreende: "Eu sou a Luz".

O "Eu" representa o amor e a "Luz" representa a Sabedoria Suprema. Quando o amor e a luz se tornam um, acontece a Realização."


"Uma vaca ficou presa num atoleiro e estava se debatendo incontrolavelmente. Uma multidão de prejguiçosos estava assistindo sua batalha com grande satisfação. Um monge que estava passando ao longo da rua, viu o animal infeliz; tirou sua camisa. Jogou fora o seu capuz; pulou na lama, e levou a vaca para a margem, a despeito de seus chutes e dos movimentos fora de si.

A multidão riu de seu feito e de sua destreza ao levantar peso, e alguém perguntou a ele: "Por que você não pôde seguir seu caminho, indiferente? O monge respondeu: "imagem da agonia da vaca cortou meu coração; eu não pude seguir um passo mais. Tive que me livrar daquela dor em meu coração. Essa foi a cura para tal dor. Eu fiz isso para me salvar, não tanto para salvar a vaca."

Vocês servem a si próprios; vocês prejudicam a si próprios, quando exultam com o mal que infligiram ao outro. Não há OUTRO! Só aqueles que alcançaram esse estágio de progresso espiritual têm o direito de orientar no serviço.

Vocês acreditam que Deus protege os bons do mal e castiga os maldosos; isso não é correto. A bondade dos bons os protege; a maldade dos maldosos os fere. Deus é a testemunha. O coração do homem deve ser transformado em um calmo e suave instrumento agradável, tão calmo, suave e agradável como um luar; é por isso que o dia da lua cheia é separado para oferecer gratidão, dedicação e concentração na magnificência do Deus onipresente e onisciente."

Bhagavan Sri Sathya Sai Baba


* Shirdi Sai Baba foi a encarnação anterior de Sathya Sai Baba

Um comentário:

  1. Adorei o seu blog! Tem muitos ensinamentos úteis. Esse post do Sai Baba então é genial! Acredito que é a bondade que protege os bons e que tudo que acontece em nossas vidas somos nós quem atraímos através de comportamentos que geram energias que ficam impregnadas em nós. Daí pra frente é a Lei da Atração. Vou passar sempre por aqui pra dar uma olhadinha...
    Também tenho um blog que tenta compartilhar reflexões, ensinamentos e coisas do tipo. Dá uma olhadinha lá depois. É www.belezaaprendiz.blogspot.com.

    ResponderExcluir