Recorda desde a divina matriz o real propósito a que vens AQUI e pelo qual AGORA te manifestas!

Enquanto um diz: Namastê, te saúdo e te reconheço como a sagrada divindade. Em outro lugar, o outro pulsa: In lake´sh, eu sou o outro em você a serviço planetário da compreensão, da aceitação, da cura, da libertação e da realização.

Aquele que tudo vê, nos inspira e responde: "Com visão e esperança danço e canto para o coração divino." Acredito que assim nasce o puro, verdadeiro e divino AMOR, nossa responsabilidade básica.

Aqui e agora é tudo que existe de ETERNO. Respiro e sinto o que simplesmente É e dentro dessa Eternidade, a lembrança IMORTAL: SOMOS UM na Divina Presença.

Seja uno com cada ser-elemento manifesto e a gratidão lhe conecta na fonte de amor e alegria infinita, paz e compaixão infinita, paciência e tolerância infinita.

No espelho do ser, o reflexo D´eus. A união do Todo se traduz num som... OM... AMEM... silêncio!

OM TAT SAT OM...

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Guru, mestre que nos guia ao Amor Espiritual

"Um jardineiro nunca pergunta
 por que há coisas velhas no jardim,
ele simplesmente faz o trabalho

de removê-las sem se queixar.
Um jardineiro é muito simples.

É essa simplicidade que torna alguém digno
de ser um bom exemplo para os outros.
Simplicidade significa não ir ao extremo de nada.
É quando há limpeza em tudo

e não há ciúmes dos outros em relação a mim.
Simplicidade é não desperdiçar nada.

Simplicidade verdadeira

é ter uma mente simples."

Dadi Janki

Mais alto do que o céu... Permaneça usando as virtudes como ornamento. Permaneça amando os outros. Permaneçca oferendo carinhos e consideração. Você tem que ir além das estrelas. Mantenha os pensamentos mais elevados do que o céu, e a abundância da paciência como a terra. Mantenha o amor espiritual em seus olhos.

No início da nossa busca espiritual, é sábio comparar os vários caminhos e os vários mestres. Mas, uma vez que você encontrou o seu Guru (Mestre espiritual, "o que dissipa as trevas"; do sânscrito "gu", trevas; "ru", o que dissipa).

Guru ou Mestre é aquele cujos ensinamentos poderão conduzi-lo à Divina Meta, então a busca inquieta deve cessar. Uma pessoa espiritualmente sedenta não deve continuar procurando indefinidamente novas fontes; é preferível que ela vá à melhor nascente e beba diariamente de suas águas vivificantes.

Quando permitimos que nossa vontade seja conduzida pela sabedoria de um mestre, cuja vontade está sintonizada com a vontade de Deus, o mestre busca guiar nossa vontade de tal modo que viajamos rapidamente no caminho de volta à divindade. A diferença principal entre um homem mundano e um santo é que o sábio sintonizou sua vontade à Vontade Divina.

O verdadeiro discípulo obedece ao seu guru implicitamente em tudo porque o guru é um homem de sabedoria e pureza.

É quando silenciamos o vibrar da nossa mente que podemos verdadeiramente ouvir o que está em nosso coração e ainda encontrar a pureza desobstruída que se encontra dentro da alma. O amor espiritual nos carrega ao silêncio de nosso estado original de ser. Este silêncio contem o poder criar a harmonia em todos os relacionamentos e na doçura para sustentá-los.

É porque Deus quer vocês que estou aqui, chamando-os a retornar ao Lar, onde meu Amado está, onde Cristo, Krishna, Babaji, Lahiri Mahasaya, Sri Yukteswarji e os outros santos estão. "Venham", o Senhor está dizendo, "todos eles estão se regozijando em Mim. Nenhuma alegria mundana - o sabor do alimento, a beleza das flores, o passageiro prazer do amor material - pode se comparar às alegrias divinas do Meu Lar". Há somente uma Realidade. É Ele. Esqueça tudo o mais.

Sem um guru o devoto comum não pode encontrar Deus. São necessários 25% de prática dedicada a técnicas de meditação, 25% de bênçãos do guru e 50% de graça de Deus. Se você permanecer firme em seus esforços até o fim, Ele aparecerá diante de você.

Quando alguém encontra seu guru deve haver devoção incondicional, porque ele é o veículo de Deus. O único propósito do guru é conduzir o discípulo à Auto-realização; o amor que um guru recebe de um devoto é oferecido a Deus.

Paramahansa Yogananda

Nenhum comentário:

Postar um comentário