Recorda desde a divina matriz o real propósito a que vens AQUI e pelo qual AGORA te manifestas!

Enquanto um diz: Namastê, te saúdo e te reconheço como a sagrada divindade. Em outro lugar, o outro pulsa: In lake´sh, eu sou o outro em você a serviço planetário da compreensão, da aceitação, da cura, da libertação e da realização.

Aquele que tudo vê, nos inspira e responde: "Com visão e esperança danço e canto para o coração divino." Acredito que assim nasce o puro, verdadeiro e divino AMOR, nossa responsabilidade básica.

Aqui e agora é tudo que existe de ETERNO. Respiro e sinto o que simplesmente É e dentro dessa Eternidade, a lembrança IMORTAL: SOMOS UM na Divina Presença.

Seja uno com cada ser-elemento manifesto e a gratidão lhe conecta na fonte de amor e alegria infinita, paz e compaixão infinita, paciência e tolerância infinita.

No espelho do ser, o reflexo D´eus. A união do Todo se traduz num som... OM... AMEM... silêncio!

OM TAT SAT OM...

sexta-feira, 4 de março de 2011

Amem onde vocês estão porque é aí onde o amor reside...




Dentro da polaridade que é a vida na terceira dimensão, cada pessoa e cada situação são julgadas como amorosas ou detestáveis, com opiniões diferentes acerca do valor das bênçãos, e vocês amam ou detestam essa situação, baseados nessas opiniões. Esse é um aspecto da polaridade da terceira dimensão que vocês acreditam que lhes dá o controle sobre a realidade, ao limitar a presença do que vocês não gostam, e incentivar a criação daquelas coisas que vocês amam e pelas quais são abençoados. Todavia, essa é a sua maior limitação para experimentar a plenitude da vida e do amor.

A capacidade de amar depende da sua disposição em liberar o julgamento, amar todas as coisas onde vocês estejam e abster-se de entrar na energia da polaridade, e decidir se pode amá-las ou não, apoiados nas suas emoções. Porque as emoções são também energias da terceira dimensão, que permitem que vocês julguem o amor e limitem como vocês amam. Quando amam de modo incondicional, vocês sentem amor por todas as coisas, sem julgamento. Isso é fácil de fazer com aquelas coisas que lhes trazem alegria e menos fácil com os aspectos mais desafiadores da vida.

Entretanto, se vocês amam conforme o Criador os ama, vão aprender a amar onde vocês estão, a cada momento, e a lembrar-se de que à medida que amam cada momento, o seu amor se expande para o próximo. Se não puderem amar o momento presente, vocês limitam o amor que está disponível tanto no momento atual quanto no próximo. Podem amar o caminho que criaram, porque tudo é sua criação. Vocês são cocriadores com o universo das coisas que amam e das coisas que detestam: dos medos, das dúvidas e da confusão, bem como da alegria, da paz e das bênçãos. Todos são sua criação e todos são dignos do seu amor.

Cada momento é um simples sopro na sequência contínua que é a sua existência e não é diferente em termos de potencial de qualquer outro momento. É a sua disposição para amar onde vocês estão, a cada momento, que os conecta com as vibrações mais elevadas ou as mais baixas presentes em cada momento. O potencial de vibração do próximo momento reside dentro dele. Quando vocês amam onde estão, a cada momento, estão criando a partir do potencial mais elevado de cada momento e criando uma vibração de amor que expande o potencial da sua vida para a vibração energética mais elevada.

Amem onde vocês estão
porque é aí
onde o amor reside,
não no futuro ou no passado,
mas no momento
em que vocês são abençoados
ou desafiados a amar.





Nenhum comentário:

Postar um comentário