Recorda desde a divina matriz o real propósito a que vens AQUI e pelo qual AGORA te manifestas!

Enquanto um diz: Namastê, te saúdo e te reconheço como a sagrada divindade. Em outro lugar, o outro pulsa: In lake´sh, eu sou o outro em você a serviço planetário da compreensão, da aceitação, da cura, da libertação e da realização.

Aquele que tudo vê, nos inspira e responde: "Com visão e esperança danço e canto para o coração divino." Acredito que assim nasce o puro, verdadeiro e divino AMOR, nossa responsabilidade básica.

Aqui e agora é tudo que existe de ETERNO. Respiro e sinto o que simplesmente É e dentro dessa Eternidade, a lembrança IMORTAL: SOMOS UM na Divina Presença.

Seja uno com cada ser-elemento manifesto e a gratidão lhe conecta na fonte de amor e alegria infinita, paz e compaixão infinita, paciência e tolerância infinita.

No espelho do ser, o reflexo D´eus. A união do Todo se traduz num som... OM... AMEM... silêncio!

OM TAT SAT OM...

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Ensinamentos do bambu

"Não devemos permitir
que alguém saia de nossa presença
sem se sentir melhor e mais feliz. "Madre Tereza de Calcutá

Já tive vivências bem fortes nos bambuzais. Nas experiências que tive, por vezes vou apenas e me sento no meio dos bambus, parar para ouvir suas mensagens, onde me trazem canções e poesias, tal qual o sereno balbuciar da brisa que os embalança de um lado para o outro. As vezes, apenas os observo, vejo suas formas, admiro suas cores e larguras, também sinto suas texturas no contato mais profundo, entre o tornar-se uno com o bambu... Vivo os sentidos nessa integração que me ensina a ser mais verdadeira, simples e essencial!

Veja a foto abaixo por alguns instantes e entre no meio dessa vida natural, onde a natureza por si só em sua simplicidade tanto nos ensina.


Abaixo as 7 verdades do Bambu, fonte retirada do livro “Buscando as coisas do Alto” de Padre Léo :

1) ter HUMILDADE em reverência ao Supremo e render-se à Fonte Única. Perante as dificuldades, afirme: "Eu sou o fruto da Vontade Divina e que seja feita a Tua Vontade".
2) criar RAÍZES PROFUNDAS em Deus na oração e na entrega. "Como é acima, assim é abaixo e o que está dentro está fora!"
3) primar a COOPERAÇÃO, um bambu nunca está só, pois que vive no coletivo, em moita ou comunidade. "Serviço é o cooperar para o bem e pelo bem de todos"

4) não ter GALHOS, ensina a não se permitir criar galhos. Não perca tempo na vida tentando proteger os galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável. Para ganhar, é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subirmos suavemente.

5) ser cheio de “NÓS” (e não de eu’s ). Como ele é ôco, sabe que se crescesse sem nós seria muito fraco. Deixar o eu inferior de lado e ser mais pelo humanitário-altruísta.

6) ser ÔCO ou VAZIO DE SI MESMO, porque se não nos esvaziarmos de tudo aquilo que nos preenche, que rouba nosso tempo, que tira nossa paz, não seremos felizes. Ser ôco significa estar pronto para ser cheio do Espírito Santo.

7) a META, firme no propósito, o bambu só cresce para o alto. Ele busca as coisas do Alto. Essa é a meta de todos nós.



Assim é!
OM

Nenhum comentário:

Postar um comentário