Recorda desde a divina matriz o real propósito a que vens AQUI e pelo qual AGORA te manifestas!

Enquanto um diz: Namastê, te saúdo e te reconheço como a sagrada divindade. Em outro lugar, o outro pulsa: In lake´sh, eu sou o outro em você a serviço planetário da compreensão, da aceitação, da cura, da libertação e da realização.

Aquele que tudo vê, nos inspira e responde: "Com visão e esperança danço e canto para o coração divino." Acredito que assim nasce o puro, verdadeiro e divino AMOR, nossa responsabilidade básica.

Aqui e agora é tudo que existe de ETERNO. Respiro e sinto o que simplesmente É e dentro dessa Eternidade, a lembrança IMORTAL: SOMOS UM na Divina Presença.

Seja uno com cada ser-elemento manifesto e a gratidão lhe conecta na fonte de amor e alegria infinita, paz e compaixão infinita, paciência e tolerância infinita.

No espelho do ser, o reflexo D´eus. A união do Todo se traduz num som... OM... AMEM... silêncio!

OM TAT SAT OM...

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Amor Divino


 
"Ó Mãe Cósmica!
Ensina-me a utilizar o dom de Teu amor
que colocas-Te em meu coração,
para expandir minha piedade ao infinito!'"
Paramahansa Yogananda
("Sussuros De La Madre Eterna")

Ah, o Amor Divino!... O maior romance é com o Infinito. Você não tem idéia de quão bela a vida pode ser. Quando você de repente encontra Deus em todo o lugar, quando Ele vem e fala com você e o guia, o romance do amor divino começou.

Paramahansa Yogananda, "A Eterna Busca do Homem".

Deus não nos diz que devemos querê-Lo acima de tudo porque Ele deseja que o nosso amor seja dado espontaneamente, e não sob "coação". Aí está todo o segredo do jogo deste universo. Aquele que nos criou deseja o nosso amor. Ele quer que nós o ofereçamos espontanemente, sem Seu pedido. Nosso amor é a única coisa que Deus não possui, a menos que nós o ofereçamos. Portanto, até mesmo o Senhor tem algo a conquistar: nosso amor. E jamais seremos felizes enquanto não o dermos.

Paramahansa Yogananda, "Como Falar com Deus"


Todas as minhas perguntas foram respondidas, não pelos homens, mas por Deus. Ele é, Ele é. É o espírito dEle que fala a você através de mim. É do Seu amor que eu falo. Vibração após vibração! Como delicados zéfiros, Seu amor vem sobre a alma. Dia e noite, semana após semana, ano após ano, ele continua aumentando - você não sabe onde termina. E isso é o que vocês procuram, cada um de vocês. Você pensa que quer amor humano e prosperidade, mas por trás dessas coisas é o seu Pai quem está lhe chamando. Se você perceber que Ele é maior que todos os Seus presentes, você O encontrará.
Paramahansa Yogananda, "The Divine Romance"

Desenvolva o amor de Deus de tal modo que eu possa ver em seus olhos que você está embriagado de Deus, e não perguntando, "quando eu terei Deus?" Quando você pergunta isso, você não é um devoto. O devoto diz: "Eu O tenho, Ele está me escutando; meu Amado está sempre comigo. Ele está movendo minhas mãos; Ele está digerindo minha comida; Ele está me observando através das estrelas."
Se, na escuridão, a mente nunca vacila, se o amor e a saudade nunca enfraquecem, então você provou a si mesmo que tem o amor de Deus.
Sri Gyanamata, "God Alone: The Life & Letters of a Saint"
Quando o Senhor ordenou: "Não terás outros deuses além de mim, não farás para ti nenhum ídolo" (Ex. 20:3-4), Ele quis dizer que nós não devemos exaltar os objetos da criação acima do criador. Nosso amor pela natureza, família, amigos, deveres e posses não devem ocupar o trono supremo em nossos corações. Esse lugar pertence a Deus.

Paramahansa Yogananda, "Máximas de Paramahansa Yogananda"

O amor de Deus não pode ser descrito com palavras, mas pode ser sentido quando o seu coração for puro e estável. Quando a sua mente e o seu sentimento se voltarem para o interior, você começará a sentir a Sua alegria. Os prazeres materiais são efêmeros, mas a alegria de Deus é eterna. É incomparável!
Paramahansa Yogananda, "The Divine Romance"

------------------------------------------------

Que a minha prece seja,
não para ser protegido dos perigos,
mas para não ter medo de enfrentá-los. Que a minha prece seja,
não para acalmar a dor,
mas para que o coração a conquiste.


Permita que na batalha da vida não procure aliados,
mas as minha próprias forças.
Permita que não implore no meu medo ansioso por ser salvo,
mas que aguarde a paciência para conquistar a minha liberdade.
Rabindranath Tagore, poeta indiano.


Nenhum comentário:

Postar um comentário